ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Grupo suspeito de tráfico e de lavar dinheiro é alvo da 2ª operação no mesmo dia

Mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos em Dourados, Ponta Porã e Guia Lopes da Laguna

Por Gabriel Neris e Helio de Freitas, de Dourados | 08/12/2023 14:44


A Polícia Federal cumpriu nesta sexta-feira 21 mandados de busca e apreensão e três de prisão temporária em Dourados, Ponta Porã e Guia Lopes da Laguna, durante a Operação Sanctus, para desarticular organização ligada ao tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro e ligação com facções criminosas.

O Campo Grande News apurou que os alvos são os mesmos investigados no âmbito da Operação Akã, cuja segunda fase também ocorreu hoje em Dourados, também .

Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara da Justiça Federal em Campo Grande e cumpridos ainda nos municípios de Maricá (RJ), Araruama (RJ), Cambé (PR), Feliz Natal (MT) e Paranatinga (MT). Em Feliz Natal fica a fazenda de um dos irmãos que chefiam a quadrilha.

De acordo com a Polícia Federal, as investigações começaram em outubro e identificaram os dois irmãos líderes da organização criminosa, baseada em Dourados. O grupo escondia drogas em pneus de caminhões de carga para despachar de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, para o interior do Paraná. Na sequência a carga tinha o Rio de Janeiro como destino.

Os investigados utilizavam uma rede de pessoas e empresas para lavar o dinheiro do tráfico e faziam os depósitos em dinheiro vivo em terminais de autoatendimento. O esquema contava ainda com a ocultação patrimonial de empresas e imóveis com propriedade em nome de "laranjas" e "testas de ferro".

A outra operação, a Akã II, cumpriu quatro mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva. Entre os locais vasculhados estão o Audaz Restaurante e uma casa no condomínio de luxo Ecoville 2.

Segundo a PF, essa nova fase da operação Akã recai sobre suspeito de tentar obstruir os trabalhos investigativos que miram a organização criminosa responsável pelo envio de grandes quantidades de drogas para cidades da região Sudeste do país.

Policiais federais vasculham casa alvo de mandado (Foto: Divulgação)
Policiais federais vasculham casa alvo de mandado (Foto: Divulgação)

*Matéria alterada às 14h54 para acréscimo de informações.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias