ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  19    CAMPO GRANDE 18º

Interior

Juiz determina condução coercitiva a quem faltou em audiências sobre fraude

Próxima sessão será em 05 de abril, no Fórum de Sidrolândia, quando haverá mais oitivas, inclusive dos réus

Por Lucia Morel | 30/03/2024 12:10
Gaeco e PM conduzindo dois suspeitos presos preventivamente em julho do ano passado. (Foto: Arquivo/Marcos Maluf)
Gaeco e PM conduzindo dois suspeitos presos preventivamente em julho do ano passado. (Foto: Arquivo/Marcos Maluf)

Testemunhas que não compareceram em audiências do caso da Operação Tromper, deflagrada em Sidrolândia, a 74 km de Campo Grande, e que investiga fraude em licitações, têm sido alvo de condução coercitiva pelo juiz da Vara Criminal da cidade, Fernando Moreira Freitas da Silva. A medida impositiva visa que elas não faltem às sessões marcadas.

A próxima audiência está marcada para 5 de abril, às 13h, no Fórum de Sidrolândia, quando haverá mais oitivas e depoimentos, inclusive dos réus no processo. Devem ser conduzidas de forma impositiva seis testemunhas que não estiveram presentes em sessão de 22 de março. Já em fevereiro, houve a mesma medida em relação a outros dois depoentes.

O mesmo despacho de março que fala da condução, se necessária, de seis testemunhas, também revela a ordem em que os réus serão ouvidos: Tiago Basso; Roberto da Conceição Valençuela; Odinei Romeiro de Oliveira; Everton Luis de Sousa Luscero; Ricardo José Rocamora Alves; Carlos Alessandro da Silva; Flávio Trajano Aquino dos Santos; Milton Matheus Paiva Matos; César Augusto dos Santos Bertoldo; e Ueverton da Silva Macedo.

Todos são acusados de participarem de esquema de fraude de licitação em conluio com servidores municipais de Sidrolândia, que aconteceriam há pelo menos quatro anos.

O Ministério Público pede indenizações que somam R$ 349 mil. São dez denunciados, entre empresários e servidores. O processo tramita na Vara Criminal e está na fase de audiências. Nome da operação, tromper é palavra francesa que significa enganar.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias

Veja Também