A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Setembro de 2019

29/10/2017 13:31

Justiça decreta prisão preventiva de lutador suspeito de estuprar alunas

O suspeito já estava preso em Três Lagoas e agora deve ficar encarcerado até o julgamento

Guilherme Henri e Viviane Oliveira

A Justiça decretou a prisão preventiva do lutador que é suspeito de estuprar duas meninas de 9 e 10 anos em Brasilândia – a 355 km de Campo Grande. Ele já estava preso preventivamente em Três Lagoas e agora permanecerá encarcerado até o julgamento.

As informações são do delegado que investiga o caso, Thiago Passos, titular da delegacia de Brasilândia. Conforme ele, ainda esta semana o lutador deve ser indiciado no segundo inquérito instaurado em Brasilândia, que corresponde ao estupro da menina de 9 anos.

Além dos crimes, o suspeito responde a outro inquérito por estupro de vulnerável e a um processo por crime contra a dignidade sexual em Três Lagoas.

Denuncia – O lutador, que também é professor, levou um grupo de crianças até sua casa em agosto. Ele então teria convidado uma das meninas para assistir filme e cometeu o abuso.

De acordo com o delegado Thiago Passos, o caso foi denunciado pela mãe da criança. A menina não queria mais frequentar as aulas de artes marciais e teve alteração no comportamento. Em seguida, a criança relatou ter sido vítima de abuso.

O pedido de prisão foi deferido pela Vara Criminal de Brasilândia. Na casa do lutador, foram apreendidos computadores, máquinas fotográficas, pendrive e cartões de memória. A Polícia Civil tem informação de que o preso possa ter trocado vídeos íntimos das vítimas. A investigação aponta que ele coagiu a menina para não ser denunciado.

Serviço - O delegado pede para que outras vítimas procurem a Polícia Civil e relatem os casos, contribuindo para que justiça seja feita. As denúncias podem ser feitas pelos telefones (67) 999879169 (whatsApp e celular funcional da delegacia de Brasilândia).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions