A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018

16/03/2011 16:29

Mais de 2 mil famílias ficam isoladas em Nova Andradina e Ribas do Rio Pardo

Paula Maciulevicius

Barco é o único meio de locomoção das pessoas

Pessoas são transportadas em barcos, placa de trânsito mostra nível da água. (Foto: Almir Portela)Pessoas são transportadas em barcos, placa de trânsito mostra nível da água. (Foto: Almir Portela)

Mais de duas mil famílias que moram na divisa dos municípios de Nova Andradina e Ribas do Rio Pardo estão isoladas desde a queda de três pontes em estradas vicinais que ligam as vias à BR-267.

As travessias foram arrancadas após a cheia do Rio Anhanduí na última semana. Para algumas famílias, o único meio de locomoção é o barco.

De acordo com o site Novanews, cinco barcos são usados para o transporte de pessoas no local. Todo o trabalho realizado é feito de forma voluntária.

A Escola Maringá, no município de Ribas do Rio Pardo teve que suspender as aulas devido às dificuldades dos alunos e servidores em chegarem até o colégio.

Se alguém ficar doente aqui e precisar ir para a cidade vai morrer", lamentou uma moradora do distrito de Casa Verde, que não quis se identificar.

Em Santa Rita do Pardo, cinco famílias que moram nas margens do Rio Pardo, na Fazenda Douradinha estão isoladas. Na cidade, todo o transporte escolar está suspenso.

São 35 linhas que não estão trafegando por conta do excesso de chuvas na estrada e as aulas estão suspensas por tempo indeterminado.

Funcionários da empresa de reflorestamento de eucalipto Florestal Brasil estão tendo de “madrugar” para chegar ao trabalho, na Fazenda São Judas Tadeu. Isso porque a estrada que dava acesso está intransitável. O desvio é de mais de 100 quilômetros.

Ainda na região, mais de 2 mil famílias que vivem em assentamentos rurais estão sem acesso ao município de Santa Rita do Pardo.

Polícia e Conselho Tutelar apuram suspeita de agressão a bebê de 8 meses
Um menino de oito meses de vida está internado no Hospital Universitário de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, com ferimentos na cabeça. Ele ...
Boliviana denuncia estupro de criança de 8 anos em fazenda no Pantanal
A Polícia Civil de Corumbá investiga um caso de estupro contra um menino de 8 anos, em uma fazenda da região da “Tromba dos Macacos”, a cerca de 22 k...


olá gostaria que vcs informacem sobre as enchentes do rio pr e a diviza aqui em eldorado ms ...espero que esse rio ai pare de subir pois as pessoas estão sofrendo muito obrigada
 
iolanda holsbach da rosa em 18/03/2011 10:04:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions