A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

09/07/2019 09:53

Manifestação de bolivianos fecha fronteira para veículos brasileiros

A ponte que liga os dois países está interditada desde a meia-noite por manifestantes contra a reeleição do presidente Evo Morales

Anahi Zurutuza
Caminhões parados e pessoas passando a pé pela linha de fronteira (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)Caminhões parados e pessoas passando a pé pela linha de fronteira (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)

A fronteira entre Corumbá e as cidades bolivianas de Puerto Quijarro e Puerto Suárez, amanheceu fechada nesta terça-feira (9). A ponte que liga os dois países está interditada desde a meia-noite por manifestantes contra a reeleição do presidente Evo Morales.

Ao Diário Corumbaense, o presidente do comitê cívico de Puerto Quijarro e presidente cívico da província de German Bush, Marcelito Moreira Silva, disse que o protesto é de 24 horas.

“Estamos realizando esse paro cívico, contra o presidente Evo Morales concorrer mais uma vez nas eleições que acontecem este ano. Aqui na fronteira ganhamos apoio de inúmeros setores, mas não está descartado um paro cívico nacional. Os presidentes dos comitês cívicos irão se reunir em Tarija, nos próximo dias, para decidir essa manifestação em toda a Bolívia. Eles não estão respeitando o voto de mais de 2 milhões de bolivianos que decidiram pela não candidatura de Evo no pleito deste ano ”, disse.

Carros de passeio e caminhões estão impedidos de atravessar a fronteira nesta terça-feira. Os manifestantes só permitem a passagem a pé.

Evo Morales já está no terceiro mandato e se candidatou pela quarta vez.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions