ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, SÁBADO  04    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Membro do PCC tenta fugir, mas bate em viatura e acaba preso com droga

Grupo usava uma residência no Bairro Santa Terezinha como ponto de venda das drogas

Por Adriano Fernandes | 17/02/2020 20:45
Tabletes de maconha, celulares e outros itens apreendidos, usados no fracionamento da droga. (Foto: Divulgação)
Tabletes de maconha, celulares e outros itens apreendidos, usados no fracionamento da droga. (Foto: Divulgação)

Perseguição a uma camionete S10 resultou na prisão de quatro suspeitos e apreensão de 16 tabletes de maconha, nesta segunda-feira (17) em Aquidauana, cidade a 135 quilômetros de Campo Grande. O veículo era conduzido por um homem que seria integrante da facção PCC (Primeiro Comando da Capital).

Conforme a Polícia Civil, ele vendia a droga em uma residência da Rua João Gualberto Quintana, no Bairro Santa Terezinha. O local estava sendo monitorado por investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) no começo desta tarde, quando o homem chegou ao endereço, mas saiu rapidamente conduzindo uma S10. 

O veículo foi perseguido até um cruzamento onde foi iniciada a abordagem. Ao notar os policiais o homem tentou fugir em marcha ré, mas acabou colidindo em uma das viaturas policiais utilizadas na perseguição. Durante a ação, um dos investigadores atirou no pneu da camionete, para evitar que o suspeito saísse com o veículo em movimento.

Devido à batida, uma das investigadoras foi atingida pela porta do veículo, sendo lesionada sua perna esquerda sem gravidade. Dentro da camionete, os agentes encontraram uma mochila camuflada onde estavam 16 tabletes e 01 porção menor de maconha. A droga pesou 15,4 quilos.

Outro homem e duas mulheres que estavam no veículo também foram presos. Um outro homem e duas mulheres que estavam no veículo também foram presos. Na casa de onde o grupo saiu os policiais encontraram uma balança de precisão, fita adesiva e sacos plásticos utilizados para o preparo da droga e sua venda.

Os envolvidos foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico. O condutor da S10, além do tráfico de drogas, também foi autuado por desobediência, resistência e dano ao patrimônio público.