A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

17/06/2016 13:01

Ministério Público quer que índios não "atrapalhem" tocha olímpica em Dourados

Anny Malagolini

Conforme publicação de hoje, 17, do diário do Ministério Público Estadual, o município de Dourados deverá seguir uma série de recomendações para receber o revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016, que passará por Dourados no próximo dia 26.

Entre as orientações, será preciso entrar em contato com as lideranças indígenas da cidade, devido ao conflito entre comunidades indígenas e produtores rurais nesta semana em Caarapó. A recomendação foi feita pelo Promotor Amílcar Araújo Carneiro Júnior, da 11º Promotorias de Justiça da Habitação e Urbanismo.

Com receio de que possa ocorrer eventuais reflexos no ânimo dos indígenas, uma das solicitações do órgão estadual ao município é em relação ao trajeto que a tocha irá percorrer, que inclue a passagem por duas tribos indígenas localizadas na zona urbana.

O Ministério Público quer que a prefeitura entre em contato com com o Ministério Público Federal e lideranças indígenas das Aldeias Jaguapirú e Bororó, com a finalidade de prevenir eventuais impasses que possam vir a ser causados pela passagem dos veículos do comboio olímpico, que irá passar pela MS-156, entre as Aldeias Indígenas.

O Ministério Público Estadual concedeu o prazo de até cinco dias para que as recomendações sejam acolhidas pelas autoridade locais.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions