ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  10    CAMPO GRANDE 31º

Interior

Moradores liberam rodovia e esperam obras de recapeamento em 90 dias

Por Caroline Maldonado | 08/04/2016 17:31
Representantes da Agesul se reuniram com manifestantes ontem (Foto: Direto das Ruas)
Representantes da Agesul se reuniram com manifestantes ontem (Foto: Direto das Ruas)

Após conversa com representantes da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), moradores liberaram trecho da MS-470, próximo ao distrito de Piraporã, em Itaporã, a 227 quilômetros de Campo Grande. Eles fizeram dois dias de bloqueio reivindicando melhorias na pista e agora esperam por projeto que deve ser executado em 90 dias.

Conforme o motorista Wagner Rodrigues, que participou da manifestação, a rodovia será recapeada, ampliada e sinalizada. Ontem (7), a Agesul informou que estavam a caminho de Itaporã, o diretor executivo, Helianey Paulo da Silva e o diretor de manutenção, Edivaldo Merisio. Um terceiro integrante da Agência também participou da conversa, segundo Wagner.

“Para nós foi muito bom o que ficou combinado. Esperamos que ouçam e cumpram. Eles abriram as portas para que possamos acompanhar o projeto e vou estar nesta semana em Campo Grande acompanhando”, comentou o manifestante.

Os representantes da Agesul chegaram as 11h para reunião com os moradores, mas o bloqueio só terminou por volta das 18h, depois que o projeto da obra foi entregue aos manifestantes, de acordo com Wagner.

O primeiro bloqueio ocorreu na terça-feira (5), quando foram colados tratores e caminhões para impedir o trânsito. Os moradores e produtores rurais da região afirmam que o asfalto está completamente danificado, em especial depois das chuvas dos últimos meses.

A situação prejudica o escoamento da produção agrícola. Logo no início da manifestação, a Agesul informou que o trecho tem prioridade para o recapeamento e a empresa responsável pelo serviço foi convocada há cerca de um mês, mas por conta do excesso de chuva na região, teve que suspender os trabalhos.