ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, TERÇA  27    CAMPO GRANDE 24º

Interior

Morto com 30 tiros tinha laços com o tráfico e foi condenado no Paraguai

Além de Dênis, outro homem não identificado foi executado a tiros em Ponta Porã, nessa segunda

Nyelder Rodrigues e Dayene Paz | 30/08/2021 19:43
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Morto com 30 tiros de fuzil na madrugada desta segunda-feira (30), na fronteira entre o Brasil e o Paraguai, Dênis Osvaldo Servin Palácios, de 42 anos, mantinha laços com o narcotráfico na região e, inclusive, possui condenação no país vizinho, garantem fontes policiais à reportagem do Campo Grande News.

Dênis foi um dos dois mortos em Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande -, nesta segunda. O seu caso aconteceu no Bairro Jardim Parque Eucaliptos, na Rua Salinas. Ele foi fuzilado no estacionamento de uma festa com a presença do DJ Guuga, funkeiro famoso por presença em vários eventos no Brasil.

Os disparos que o atingiram são de fuzil calibre 762 e, conforme boletim de ocorrência, a PM (Polícia Militar) foi acionada para atender a ocorrência e quando chegou ao local, encontrou a vítima caída com várias perfurações.

Dênis, segundo fonte policial, foi condenado por tráfico no Paraguai e tinha envolvimento com o crime no Brasil. (Foto: Reprodução)
Dênis, segundo fonte policial, foi condenado por tráfico no Paraguai e tinha envolvimento com o crime no Brasil. (Foto: Reprodução)

Corpo e rosto de Dênis foram atingidos. Ele estava caído ao lado de seu veículo, uma Toyota Fortuner, de cor branca, que também foi crivado pelos disparos. Ele tinha recém saído festa e, quando entrava no carro, foi surpreendido por pistoleiros.

O evento estava lotado, mas ninguém que estava no local soube informar aos policiais que foram até lá, as características do autor ou autores do crime. Foram encontradas 30 cápsulas próximas ao corpo e ao veículo.

Outra morte - No segundo caso do dia, um homem não identificado foi encontrado morto com marcas de tiros na região do tórax pela manhã, na Rua 7 de Setembro, Centro de Ponta Porã. Ali, a PM também foi acionada e quando chegou ao local, encontrou o corpo debaixo de uma poça de sangue.

A vítima estava atrás do ponto de táxi e não foram encontrados documentos com ela. Equipes da Polícia Civil e Perícia Técnica fizeram levantamentos e o corpo foi levado ao IML (Instituto Médico Legal) para exame necroscópico e de identificação. É investigado se há relação entre os dois crimes.

Nos siga no Google Notícias