A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

01/04/2019 07:50

Motorista bêbado que atropelou e matou guarda não tem CNH

Pedreiro de 36 anos conduzia picape que atropelou moto de guarda municipal na noite de ontem; ele foi preso em flagrante

Helio de Freitas, de Dourados
Cláudio Lopes foi autuado por homicídio culposo, por dirigir bêbado e por não ter habilitação (Foto: Adilson Domingos)Cláudio Lopes foi autuado por homicídio culposo, por dirigir bêbado e por não ter habilitação (Foto: Adilson Domingos)
Cleber Afonso de Souza tinha 41 anos e era guarda municipal (Foto: Reprodução)Cleber Afonso de Souza tinha 41 anos e era guarda municipal (Foto: Reprodução)

O pedreiro Cláudio Garcia Lopes, 36, foi autuado em flagrante na madrugada desta segunda-feira (1º) por homicídio culposo e dirigir bêbado e sem CNH (Carteira de Habilitação). Na noite de ontem, ele atropelou e matou o guarda municipal Cleber Afonso de Souza, 41, em Dourados, a 233 km de Campo Grande.

O acidente ocorreu por volta de 21h na Via Parque, em frente ao Parque Antenor Martins, no Jardim Clímax, região oeste de Dourados. Cleber estava em uma moto Honda Biz e seguia no sentido sul-norte.

Após passar o dia inteiro no aniversário de um parente, onde bebeu, segundo sua versão, “de seis a oito” latinhas de cerveja, Cláudio seguia em uma picape Ford Courier pela Avenida Joaquim Teixeira Alves e ao chegar na Via Parque não fez o contorno da rotatória e entrou na contramão da rua. Ele atropelou, passou sobre Cleber e arrastou a moto. O guarda municipal morreu na hora.

Testemunhas afirmaram que o pedreiro estava com os faróis apagados, situação confirmada por uma equipe da Guarda Municipal que foi ao local para atender a ocorrência.

Visivelmente embriagado, Cláudio, que mora no Jardim Novo Horizonte, na mesma região da cidade, foi levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), onde o flagrante foi lavrado às 3h57. No carro foi encontrada uma latinha de cerveja.

De acordo com o boletim de ocorrência, o teste de fabômetro apontou 0,64 mg/l. É considerado crime quando o motorista é flagrado conduzindo veículo com índice de álcool no sangue superior a 0,34. Cleber Afonso de Souza estava na Guarda Municipal de Dourdos desde 2008.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions