ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  23    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Polícia "estoura" portão para salvar mulher ensanguentada que apanhou de marido

Vítima estava com rosto todo machucado e quase não conseguia parar em pé

Por Ana Oshiro | 07/06/2021 07:04
Caso foi registrado como violência doméstica, lesão corporal e cárcere privado (Foto: Água Clara MS)
Caso foi registrado como violência doméstica, lesão corporal e cárcere privado (Foto: Água Clara MS)

Mulher, de 40 anos, foi socorrida por policiais na noite deste domingo (6), depois de ser espancada pelo companheiro, da mesma idade, e trancada dentro de casa, em Água Clara, a 198 km de Campo Grande. A polícia precisou "estourar" o portão da residência para socorrer a mulher, que foi levado ao pronto socorro da cidade.

A vítima ligou para a polícia pedindo ajuda e dizendo que havia sido agredida e trancada em casa pelo marido. Ao verificar a situação, a equipe policial encontrou a mulher pedindo socorro pela fresta do portão, com os braços para fora, muito machucada e mal conseguindo ficar em pé.

Os policiais "estouraram" o portão da residência e encontraram a vítima com o rosto ensanguentado e várias lesões pelo corpo. De acordo com o depoimento da mulher, ela levou vários chutes e foi jogada no chão diversas vezes pelo companheiro. A vítima foi encaminhada para o hospital da cidade, onde recebeu os primeiros socorros e fez corpo de delito.

Buscas foram realizadas para prender o autor das agressões, mas ele não foi localizado. A vítima contou que as agressões começaram porque o marido tem ciúmes do local onde ela trabalha. A mulher contou ainda que o companheiro é muito agressivo e solicitou medida protetiva de urgência. O caso foi registrado como violência doméstica, lesão corporal e cárcere privado.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário