A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Fevereiro de 2017

16/10/2014 11:38

Polícia investiga estupro de meninas de 11 e 13 anos em aldeia

Viviane Oliveira

A Polícia Civil de Dourados, distante 233 quilômetros de Campo Grande, investiga se duas meninas indígenas sofreram violência sexual pelo padrasto, na Aldeia Bororó. As vítimas tem 11 e 13 anos de idade e farão na tarde desta quinta-feira o exame de corpo e delito.

De acordo com o site Dourados Agora, o caso veio à tona após uma denúncia da criança de 11 anos, que fugiu de casa, seguiu até o Centro de Referência em Assistência Social e acabou relatando os abusos.

Na Delegacia de Atendimento Especializado à Mulher, as duas prestaram depoimento e confirmaram que já foram submetidas a manter relações sexuais com o padrasto mais de uma vez. De acordo com a mãe das meninas, que também foi ouvida, as atitudes do marido são desconhecidas. O caso foi registrado como estupro de vulnerável e o padrasto deverá ser indiciado por estupro após a constatação através do exame.

No começo do mês, uma criança indígena, de 9 anos, foi estuprada por pelo menos sete homens. A violência ocorreu em uma casa em construção na Aldeia Bororó, que junto com a aAdeia Jaguapiru forma a reserva indígena de Dourados.

Em julho deste ano ocorreu outro caso bárbaro na aldeia Bororó. Michele Gonçalves Montanha, de 14 anos, foi estuprada e assassinada por quatro adolescentes e um homem de 28 anos, todos índios. O corpo foi encontrado em uma plantação de milho. Os acusados foram presos.

Homem é socorrido em estado grave após ser ferido com cinco facadas
Jovem de 26 anos foi ferido com pelo menos cinco facadas, na madrugada de hoje (26), na Avenida Brasil, no Bairro Centro, em Campo Grande. Genaro Fl...
Homem é preso por comércio ilegal e 216 kg de pescado são apreendidos
Equipes da PMA (Polícia Militar Ambiental) e Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) prenderam em Anastácio - cidade localizada a 1...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions