A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019

19/08/2019 10:18

Polícia procura filho de vereador que atirou em policial na fronteira

Agente da Polícia Nacional foi baleado ontem à noite durante blitz em Capitán Bado, cidade vizinha de Coronel Sapucaia

Helio de Freitas, de Dourados
Osmar Rigoberto Palacios Chávez é procurado por atirar em policial (Foto: Direto das Ruas)Osmar Rigoberto Palacios Chávez é procurado por atirar em policial (Foto: Direto das Ruas)

Policiais da fronteira procuram o filho de um político paraguaio acusado de atirar à queima roupa no suboficial da Polícia Nacional do Paraguai, inspetor Marino Ruíz Mora. O crime ocorreu na noite de ontem (18) em Capitán Bado, cidade vizinha de Coronel Sapucaia (MS), a 400 km de Campo Grande.

Marino Ruíz Mora dava apoio em uma blitz da Patrulha Caminera, grupo da Polícia Nacional responsável pelo policiamento rodoviário.

Durante abordagem aos carros na Avenida Internacional, a menos de 20 metros do território sul-mato-grossense, Marino parou o Toyota Premio de Osmar Rigoberto Palacios Chávez, 29, filho do vereador do Partido Colorado na cidade, Héctor Palacios.

Procurado pela Justiça do país vizinho por homicídio, Osmar Chávez se negou a sair do carro. Quando Marino o tentava tirar à força do veículo, Osmar disparou cinco tiros de pistola 9 milímetros no policial. Marino foi socorrido em estado gravíssimo para o hospital de Santa Rosa del Aguaray, no departamento (equivalente a estado) de San Pedro.

Segundo a Polícia Nacional, em seguida o autor dos tiros fugiu do local e ainda não foi encontrado. Osmar Chávez foi acusado de assassinato na fronteira em 2017 e estava com a prisão decretada pelo juiz Leonjino Benítez Caballero.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions