A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Novembro de 2019

14/10/2019 08:57

Polícia suspeita que assalto acabou com morte de três pessoas em fazenda

O crime aconteceu entre 13 e 14 horas de ontem (13), na fazenda Coqueiro, localizada na estrada que vai para o Forte Coimbra

Viviane Oliveira
Os corpos foram levados para o IML (Instituto Médico Legal) de Corumbá (Foto: Leonardo Cabral/ Diário Corumbaense) Os corpos foram levados para o IML (Instituto Médico Legal) de Corumbá (Foto: Leonardo Cabral/ Diário Corumbaense)

Os três homens mortos na tarde de ontem (13), na fazenda Coqueiro, localizada na estrada que vai para o Forte Coimbra, em Corumbá, distante 419 quilômetros de Campo Grande, foram identificados como Pedro Carlos Aquino, 45 anos; Jocemar Gonçalves dos Santos, 36 anos e João Estevão Cáceres, 50 anos. Uma das principais linhas de investigação é de latrocínio - roubo seguido de morte.

Conforme o site Diário Corumbaense, a quarta vítima, Vinícius Schumacher de Lima, 27 anos, baleado na lateral esquerda da boca, foi quem pediu socorro numa propriedade vizinha. Na sequência, as policias Militar, Civil, Rodoviária Federal e o Corpo de Bombeiros foram acionados e deslocaram equipes para a fazenda. O crime aconteceu entre 13 e 14 horas.

Vinícius, mesmo ferido, conseguiu escapar do assassino e pedir ajuda. Ele chegou a contar durante atendimento que o autor do crime havia sido contratado para fazer uma cerca na propriedade rural. Duas das vítimas assassinadas foram baleadas na cabeça e a terceira foi atingida por dois disparos no peito.

Os três mortos e a vítima que sobreviveu são de Guia Lopes da Laguna e foram para a fazenda fazer serviço de empreitada. Vinícius de Lima, o único sobrevivente, recebeu atendimento emergencial no pronto-socorro de Corumbá e depois foi internado na Santa Casa. Ele não corre risco de morte. 

Em relação à motivação das execuções, há uma versão de que pode ter sido por dinheiro. Segundo relatos de uma testemunha ao site Diário Corumbaense, na sexta-feira o arrendatário da área levou dois mil reais para pagar os funcionários. O assassino que ainda não teve o nome divulgado pode ter matado para roubar. Ele fugiu em um Fiat Strada, de cor branca, que estava na fazenda. O automóvel foi encontrado incendiado na manhã desta segunda-feira (14) na Rua Ceará, no Bairro Guarani. Os corpos foram levados para o IML (Instituto Médico Legal) do município para exames necroscópicos. 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions