ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, TERÇA  09    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Por causa da chuva, obras são paralisadas e cratera aumenta no interior de MS

Oburaco avançou em direção ao perímetro urbano e, agora, está a menos de 10 metros das casas construídas há anos no bairro

Por Viviane Oliveira | 24/01/2021 15:47
Erosão aumentou após semana de chuva (Foto: Marcos Donzeli)
Erosão aumentou após semana de chuva (Foto: Marcos Donzeli)

A chuva dos últimos dias em Nova Andradina, distante 300 quilômetros de Campo Grande, atrasou o cronograma das obras de recuperação do buraco na Rua Espírito Santo e aumentou o problema, a pouco mais de 200 metros da primeira cratera, na esquina com a Rua José Tibúrcio dos Santos, no Bairro Argemiro Ortega, na divisa com a Fazenda São Domingos.

Segundo o site Nova Notícias, o buraco avançou em direção ao perímetro urbano e, agora, está a menos de 10 metros das casas construídas há anos no bairro. A implantação de drenagem e a construção de caixas e lagoas de contenção das águas pluviais construídas pela administração municipal no ano passado foram arrastadas pelas enxurradas.

Em dezembro do ano passado, erosão aberta na Rua Espírito Santo ameaçava a vizinhança entre os bairros Argemiro Ortega e Cristo Rei. A cratera se aproximava de uma casa. O morador e os vizinhos à residência foram removidos do local, por causa do risco de alguns imóveis desabar.

À época, a Prefeitura informou que seria realizado um projeto que solucionasse definitivamente o problema da erosão. A previsão é de que a obra termine daqui 7 ou 8 meses, ou seja, se não atrasar por causa da chuva, em agosto ou setembro.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário