ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  03    CAMPO GRANDE 27º

Interior

Prefeito manda projeto à Câmara para entrar em consórcio de vacinas

Projeto de lei está na pauta e deve ser aprovado na sessão iniciada às 15h de hoje

Por Helio de Freitas, de Dourados | 15/03/2021 16:08
Alan ao lado do presidente da Câmara reunido com vereadores (Foto: Divulgação)
Alan ao lado do presidente da Câmara reunido com vereadores (Foto: Divulgação)

A Câmara de Vereadores de Dourados (a 233 km de Campo Grande) vota ainda na sessão de hoje (15), iniciada às 15h, o projeto de lei encaminhado pelo prefeito Alan Guedes (PP) pedindo autorização para o município ingressar no consórcio público organizado pela FNP (Frente Nacional dos Prefeitos) para compra direta da vacina contra a covid-19.

O projeto, que será votado em regime de urgência, também pede a abertura de crédito complementar para aquisição das doses. O valor ainda não foi definido.

De acordo com a assessoria de Alan Guedes, o projeto ratifica o protocolo de intenções firmando entre cidades de todo o País, “com finalidade de adquirir vacinas para combate à pandemia do coronavírus, medicamentos, insumos e equipamentos na área da saúde”.

Em reunião com os vereadores antes da sessão, o prefeito afirmou que o ingresso no consórcio vai facilitar a compra dos imunizantes, já que o Governo Federal tem apresentado dificuldade para comprar as doses. “Essa possibilidade de compra será́ fundamental para acelerarmos o processo de vacinação, nossa principal arma no combate à covid-19”, disse Alan.

“Em momento de grande dificuldade para toda a população, sobretudo para aqueles que sofrem para manter seu sustento, vacinar é o remédio mais eficaz”, completou o secretário de Governo e Gestão Estratégica Henrique Sartori. A líder do prefeito na Câmara Daniela Hall (PSD) tem expectativa que o projeto seja aprovado por unanimidade.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário