ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEGUNDA  10    CAMPO GRANDE 22º

Interior

Prefeito será investigado por abertura de concurso relâmpago

Não houve divulgação da seleção e prazo para inscrição foi de apenas seis horas

Por Clayton Neves | 04/05/2021 18:03
Prefeito de Sonora, Enelto Ramos (DEM). (Foto: Reprodução / Redes Sociais)
Prefeito de Sonora, Enelto Ramos (DEM). (Foto: Reprodução / Redes Sociais)

O Ministério Público Estadual vai investigar eventuais irregularidades em processo seletivo para oficial de manutenção da Prefeitura de Sonora, que teve apenas um escrito na seleção. Para os promotores, o selecionado foi privilegiado porque o certame não obedeceu regras de publicidade e impessoalidade, já que foi aberto e encerrado num curtíssimo espaço de tempo.

De acordo com a denúncia, há indícios de que a Prefeitura tenha burlado normas para manter sistema de apadrinhamento de cargos. Em publicação no Diário Oficial o Município informou abertura do processo seletivo no dia 15 de abril, com inscrição das 7 às 13 horas do mesmo dia, sem que o processo tivesse  ampla publicidade e condições de ter mais candidatos concorrerem.

O único inscrito e vencedor da seleção era contratado da Prefeitura em cargo comissionado desde o ano de 2018. Para o MP, fica claro que o processo seletivo para oficial de manutenção foi realizado com intuito de beneficiar uma pessoa.

A reportagem falou com o prefeito Enelto Ramos (DEM) que disse ainda não ter sido notificado sobre a ação, no entanto, informou acreditar que a administração deu tempo hábil para que interessados pudessem participar da concorrência ao cargo. “Foi dado prazo e nossos processos seletivos nesse tempo de pandemia têm sido assim, especialmente os da área da saúde”, revelou.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário