A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Novembro de 2017

01/10/2015 13:59

Preso com caminhão roubado diz que matou motorista; polícia procura corpo

Homem foi preso em Pedro Juan Caballero após atrair caminhoneiro para um falso frete; caminhão foi localizado através do sistema de rastreamento e polícia tenta extradição de assaltante

Helio de Freitas, de Dourados
Ronevon Balta Custódio está preso em Pedro Juan Caballero após caminhão ser localizado por rastreador (Foto: Leo Veras)Ronevon Balta Custódio está preso em Pedro Juan Caballero após caminhão ser localizado por rastreador (Foto: Leo Veras)
Caminhão foi roubado em Aquidauana e assaltante diz que matou caminhoneiro com tiro na cabeça (Foto: Leo Veras)Caminhão foi roubado em Aquidauana e assaltante diz que matou caminhoneiro com tiro na cabeça (Foto: Leo Veras)

Um caminhão Mercedes Benz branco, roubado ontem em Aquidauana, foi localizado nesta quinta-feira (1º) em Pedro Juan Caballero, no Paraguai. O veículo foi localizado pelo sistema de rastreamento em uma oficina no lado paraguaio.

Ronevon Balta Custódio, 31 anos, morador em Aquidauana, que havia deixado o caminhão no local, foi preso pela polícia paraguaia e confessou ter assassinado o caminhoneiro Ronaldo Alegre Ribeiro, 40, após atrai-lo para um falso frete. O corpo ainda não foi localizado.

Neste momento, policiais fazem buscas na região onde Custódio afirma ter deixado o corpo, após matar Ronaldo com um tiro na cabeça. O autor do latrocínio é filho de um militar do Exército brasileiro.

Desaparecimento – Na quarta-feira (30), Sirlene Alegre da Silva, 30, procurou a Polícia Civil de Aquidauana para denunciar o desaparecimento do irmão. Ela informou que na terça-feira, por volta de meio-dia, Ronaldo saiu de casa com o caminhão para fazer um frete em um pesqueiro, localizado próximo à estrada para Nioaque, e não havia retornado.

Segundo ela, em contato com a empresa rastreamento descobriu que o caminhão estava em Pedro Juan Caballero. Com ajuda de autoridades paraguaias, policiais de Ponta Porã chegaram ao local onde estava o caminhão, no bairro Santo Antonio.

O proprietário do local informou aos policiais que um homem tinha deixado o caminhão para fazer reparos na pintura. Os agentes saíram em busca do motorista e localizaram Ronevon nas imediações. O homem confessou o assalto e disse que tinha deixado o corpo no próprio local do crime, em uma mata próxima à estrada entre Aquidauana e Nioaque.

O promotor paraguaio Samuel Valdez, do Ministério Público do Departamento de Amambay, informou ao site Porã News que espera a confirmação da morte pelas autoridades brasileiras para expulsar o autor do latrocínio ao Brasil.

Agentes Polícia Civil de Ponta Porã, comandados pelo delegado Jarley Inácio, se reuniram com autoridades paraguaias para solicitar que Ronevon Custódio seja entregue à Justiça brasileira ainda nesta semana.



Oi, psiu...! Você aí, que é contra a Pena de Morte. E se o motorista fosse seu irmão? ou seu filho? Você ainda seria contra a pena de Morte? Hipócritas, cretinos!
 
Barbarossa em 01/10/2015 16:30:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions