A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

04/12/2017 09:31

Reconhecido por testemunhas, homem é preso por matar idosa com 50 facadas

Helio de Freitas, de Dourados
Marcelo Gonçalves, o Periquito, negou o crime e acusou amigo (Foto: Adilson Domingos)Marcelo Gonçalves, o Periquito, negou o crime e acusou amigo (Foto: Adilson Domingos)

Foi preso na manhã de hoje (4) o homem suspeito de matar uma idosa de 73 anos com pelo menos 50 facadas, na noite de ontem em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Marcelo da Silva Gonçalves, 29, o “Periquitinho”, foi localizado pela Polícia Militar na região do Jardim Flórida, tentando fugir da cidade. Nilza Fernandes foi morta na aldeia Bororo, onde Marcelo também mora.

Levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), Marcelo negou o crime e acusou um amigo, identificado como Jackson, como mostra o vídeo abaixo. Entretanto, testemunhas o apontaram como autor do assassinato.

Nilza Fernandes foi morta possivelmente devido a uma rixa entre famílias rivais, que disputam território na região. Segundo boletim de ocorrência, uma testemunha revelou à polícia que o suspeito pela morte da indígena, o "Periquitinho", chegou à casa procurando por ela, por volta das 21h e, logo em seguida, a golpeou várias vezes.

Após escutar os gritos da idosa, a testemunha afirmou ter visto o autor fugir correndo do local. Nilza foi atingida nas mãos, pescoço e rosto. Lideranças da aldeia entregaram os documentos do suspeito aos policiais e Marcelo foi localizado no bairro Altos do Indaiá, próximo ao Hospital Universitário. Já procurado pela Justiça, ele vai ser autuado em flagrante por homicídio. (Colaborou Adilson Domingos)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions