A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017

20/08/2015 10:51

Residentes de medicina da UFGD começam a atender no Hospital da Vida

Helio de Freitas, de Dourados
Acadêmicos e residentes de medicina da UFGD passaram a fazer estágio no Hospital da Vida (Foto: Chico Leite/Divulgação)Acadêmicos e residentes de medicina da UFGD passaram a fazer estágio no Hospital da Vida (Foto: Chico Leite/Divulgação)

Médicos residentes e acadêmicos do curso de medicina da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) começaram nesta semana a atender no Hospital da Vida, unidade de referência para atendimentos de urgência e emergência a pacientes de pelo menos 30 municípios da região de Dourados.

De acordo com a assessoria da UFGD, o atendimento foi possível após convênio assinado entre a Funsaud (Fundação Municipal de Saúde de Dourados) – que administra o Hospital da Vida – o HU (Hospital Universitário) e a Faculdade de Ciências da Saúde.

Antes do acordo, os alunos da UFGD precisavam se deslocar até Campo Grande para fazer o estágio em unidades de urgência e emergência, exigido pelo plano pedagógico do curso de medicina.

Sem deslocamento – “Com essa parceria, inauguramos um excelente campo de estágio, pois o HU não tem pronto-socorro de portas abertas. Com essa nova possiblidade, nossos alunos e residentes cumprem todas as exigências acadêmicas em Dourados mesmo, sem ter que se deslocar para outro centro”, afirmou a superintendente do HU da UFGD, Mariana Croda.

O trabalho dos alunos e residentes no Hospital da Vida é supervisionado por cinco professores da Faculdade de Ciências da Saúde. “Esse trabalho em parceria qualifica o atendimento, melhora a eficiência e a qualidade do serviço e propicia condições mais amplas para o ensino”, afirmou o coordenador da residência em Clínica Médica do HU, Ricardo do Carmo Filho.

Todos os anos, o HU recebe pelo menos 12 novos residentes em seus programas de residência médica. São profissionais recém-formados em cursos superiores de Dourados e de todo o Brasil, que buscam especialização.

No curso de medicina da UFGD, o quinto e o sexto anos são reservados ao estágio supervisionado, feito dentro de instituições de saúde. O internato, como é chamado, é uma etapa obrigatória da grade curricular.

Equipe da ONU vistoria HU para construir nova unidade de atendimento
Uma equipe formada por técnicos da Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares) e do Unops (Escritório das Nações Unidas de Serviços para Pro...
Idoso morre no hospital três dias após confusão com policiais militares
Após três dias internado na Santa Casa, José Caetano dos Santos, de 75 anos, morreu. Vítima de um tiro de borracha efetuado por um policial militar d...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions