ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  22    CAMPO GRANDE 16º

Interior

Rio Brilhante comemora 92 anos de fundação neste domingo

Segundo o IBGE, a população estimada do município é de 38.186 habitantes

Por Mariely Barros | 26/09/2021 09:39
Praça Doutor Boaventura no centro de Rio Brilhante (Foto: Divulgação)
Praça Doutor Boaventura no centro de Rio Brilhante (Foto: Divulgação)

Distante 161 km de Campo Grande, Rio Brilhante comemora seus 92 anos de fundação neste domingo (26). Criado em 1929 e implantado em 1930, o município que hoje tem uma população estimada em 38.186 pessoas, teve sua história marcada pela produção de erva-mate.

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas), os primeiros descobridores da região, nomeada Rio Brilhante atualmente, estavam ligados a história de Paranaíba, pois, na terceira década do século XIX, os pioneiros das famílias Lopes, Souza Leal, Pereira, Garcia e Barbosa atravessaram os campos daquela região e entraram pelos cerrados de Três Lagoas, iniciando a história do povoamento do sul do Estado.

Gabriel Francisco Lopes foi o que primeiro penetrou nos campos de Vacaria, onde encontrou 60 vacas e 1 touro, ali deixado pelos Jesuítas, e, por volta de 1841, trouxe para ali o seu sogro, Antônio Gonçalves Barbosa, que se fixou num local a que denominou Boa Vista, entre os Rios Vacaria e Brilhante. Foi o primeiro povoador, depois da retirada dos castelhanos.

Boiada saindo de Rio Brilhante com destino à São Paulo em 1952 (Foto: Divulgação IBGE)
Boiada saindo de Rio Brilhante com destino à São Paulo em 1952 (Foto: Divulgação IBGE)

A região cercada por rios conheceu uma fase de progresso, com o ciclo da erva-mate. A extração e industrialização desse produto se constituíram em importante fator de desenvolvimento da região, pois criou-se aí um ponto de concentração da produção, para posterior remessa aos centros consumidores, através dos rios Brilhante e Ivinhema. A erva-mate estabeleceu uma integração entre gaúchos e paraguaios, que passaram a dedicar-se à indústria extrativa, aqueles à pecuária e à agricultura.

A prefeitura não divulgou programação festiva.

Nos siga no Google Notícias