A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

28/11/2017 21:21

Segurança pública de MS passa a ter sinal de rádio criptografado

Nyelder Rodrigues

As forças de segurança do Estado vão contar a partir de agora com radiocomunicação mais moderna na faixa de fronteira, migrando do sinal atual, aberto e facilmente sintonizado, para um sinal fechado e criptografado, o que agiliza e torna mais confiável a comunicação entre policiais e demais agentes da segurança pública.

O novo sistema inicialmente atenderá 23 municípios. Conforme o secretário estadual de Segurança, José Carlos Barbosa, um dos maiores problemas vivenciados atualmente na fronteira é a falta de segurança em comunicações, por isso, estão sendo investidos em parceria com o Governo Federal, nesta primeira fase, cerca de R$ 13 milhões.

"Apesar de ser uma ação de Governo pouco visível para a sociedade, o serviço agilizará o trabalho da polícia. Tenho certeza que para todos que fazem a segurança do nosso Estado esta ação é essencial", pontuou o dirigente da Sejusp.

O novo sistema é composto de softwares e rádios (hand talks), além de outros equipamentos modernos de última geração. Ao todo são 22 antenas (sítios de repetição) instaladas na fronteira sul-mato-grossense, recebendo e distribuindo informações para 1.466 rádios, entre portáteis, móveis e fixos, com capacidade de expansão.

A tecnologia digital permite também que seja fornecido localizações exatas dos agentes. Segundo explicação do chefe da seção de rádio e telecomunicações do Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança), José Adoniron Pereira Torres, com essa tecnologia as mensagens de áudio e texto serão protegidas por criptografia.

"Esse sistema digital possibilita a visualização de todos os policias que estão envolvidos no atendimento das ocorrências em andamento, ou seja, conseguimos atender com mais agilidade, o que hoje não é possível com o sistema analógico", explica.

Torres ainda completa dizendo que, com o sistema digital as áreas de fronteira ficarão praticamente fechadas na parte de comunicação. "Com isso nós conseguiremos reduzir muito as ocorrências, pois pessoas de fora não conseguirão mais ouvir para onde estamos indo e o que estamos fazendo".

Essa nova tecnologia integra, em uma única plataforma, as comunicações entre as polícias Militar, Civil, Corpo de Bombeiros, Sistema Penitenciário e Departamento de Operações de Fronteira (DOF).

Nesta primeira fase os municípios beneficiados com o sistema são Amambai, Antônio João, Aral Moreira, Bela Vista, Bonito, Caarapó, Caracol, Coronel Sapucaia, Corumbá, Dourados, Eldorado, Iguatemi, Itaquiraí, Japorã, Jardim, Ladário, Mundo Novo, Naviraí, Paranhos, Ponta Porã, Porto Murtinho, Sete Quedas e Tacuru.

Réu em condenado em audiência realiza por videoconferência em São Gabriel
Foi realizada nesta semana em São Gabriel do Oeste - cidade localizada a 140 km de Campo Grande - o primeiro Tribunal do Júri por videoconferência da...
IFMS de Rio Brilhante forma 52 alunos em cursos de qualificação
Foi realizada nesta semana em Rio Brilhante - cidade localizada a 163 km de Campo Grande - a formatura de dos alunos que realizaram no polo local do ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions