ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Sem chuva, rio baixa 3 metros e tráfego começa a ser liberado em pontes

Na ponte velha, fluxo de veículos está normal, mas na ponte antiga apenas veículos altos passam

Por Liniker Ribeiro e Guilherme Henri, enviado especial a Aquidauana | 22/02/2018 08:22
Apenas carros mais altos passam pela Ponte Velha, alagada desde terça-feira após as chuvas (Foto: Saul Schramm)
Apenas carros mais altos passam pela Ponte Velha, alagada desde terça-feira após as chuvas (Foto: Saul Schramm)

O tráfego de veículos foi totalmente liberado, na manhã desta quinta-feira (22), pela Ponte Velha, trecho que ficou alagado devido a quantidade de chuva que caiu sobra a cidade de Aquidauana, a 135 quilômetros de Campo Grande, provocando uma cheia no rio que corta a cidade, na última terça-feira (20). Pela Ponta Nova, outro trecho afetado apenas veículos altos estão autorizados a passar.

No local, a orientação é para que os motoristas deixem os veículos menores às margens da ponte e concluam o trajeto a pé, por meio da passarela improvisada que foi construída pelo Exército, em cima de botes.

Até mesmo o fluxo de pessoas pelo local melhorou, de acordo com as equipes que auxiliam os pedestres no percurso. Ontem, após a cheia do rio, o tempo de espera era de até 5 horas para passar pelo acesso improvisado, chamado pelos militares de 'passadeira'. Hoje a situação já está tranquila, estando o trecho livre para as pessoas.

Camionetes já passam por trecho antes interditado (Foto: Saul Schramm)
Camionetes já passam por trecho antes interditado (Foto: Saul Schramm)
Caminhões também passam sem problemas por ponte (Foto: Saul Schramm)
Caminhões também passam sem problemas por ponte (Foto: Saul Schramm)

De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura, as atividades das equipes da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Polícia Militar Ambiental serão traçadas agora pela manhã, em reunião realizada neste momento pelos envolvidos.

Ainda de acordo com a prefeitura, o fato de não chover na cidade há mais de 24 horas e o forte sol que apareceu na manhã de hoje, contribuíram para baixa do rio, que ontem estava acima dos 10 metros de altura. A última medição, segundo a Defesa Civil, registrou 9.4 metros, ainda muito acima dos 3.3 m normais.

Com o nível da água mais baixos, os órgãos responsáveis devem adotar medidas ainda mais voltadas para as famílias desabrigadas, definindo principalmente, como será feita a entrega dos alimentos e donativos aos desabrigados.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário