A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 18 de Agosto de 2019

18/12/2018 15:39

Sobrinha de senador é investigada por ligação em assassinato de advogada

Detida ontem em Pedro Juan Caballero, Leticia Castellano Rojas, sobrinha do senador Juan Afara, foi liberada horas depois

Helio de Freitas, de Dourados
Leticia Rojas com o presidente Mario Abdo Benítez (à esquerda) na campanha presidencial (Foto: Reprodução)Leticia Rojas com o presidente Mario Abdo Benítez (à esquerda) na campanha presidencial (Foto: Reprodução)

A advogada paraguaia Leticia Castellano Rojas, 30, foi detida ontem (17) por agentes da Divisão de Homicídios da Polícia Nacional do Paraguai por suspeita de ligação na execução da advogada Laura Casuso, ocorrida no dia 12 de novembro deste ano em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha de Ponta Porã (MS).

Morta no meio da rua a tiros de pistola 9 milímetros por dois pistoleiros, Laura era advogada do narcotraficante sul-mato-grossense Jarvis Gimenes Pavão, atualmente recolhido no Presídio Federal de Mossoró (RN).

Leticia Rojas, sobrinha do ex-presidente da República e atual senador Juan Afara, do Partido Colorado, é conhecida nos bastidores políticos do país vizinho e teve forte atuação na campanha que elegeu neste ano Mario Abdo Benítez para a presidência do Paraguai.

De acordo com a rádio Oasis, de Pedro Juan Caballero, Leticia foi detida ontem na fronteira com Mato Grosso do Sul após ser identificada em imagens de câmeras de segurança no local do crime.

Já o jornal Hoy informou que buscas em uma das casas de Leticia foram apreendidos celulares e 15 mil dólares americanos. O cruzamento das chamadas teria identificado ligações entre a sobrinha do senador e outras pessoas, suspeitas de ligação no assassinato de Laura.

Laura Casuso foi morta quando saía de uma reunião com mulheres da Maçonaria. Leticia é acusada de fornecer informações aos pistoleiros que mataram a advogada.

Após ser ouvida pela promotora Sandra Díaz, que comanda a investigação, Leticia Rojas foi liberada por volta de 19h de ontem, mas a detenção só veio à tona nesta terça-feira.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions