A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Setembro de 2019

06/09/2019 19:00

Suspeito de liderar facção criminosa é preso com maconha e pasta-base

Polícia Civil considera que Guilherme Azevedo dos Santos exercia influência em grupo criminoso na região de Caarapó e Maracaju

Humberto Marques
Gibi foi apontado como um dos principais atores de facção na região de Caarapó. (Foto: Caarapó News)"Gibi" foi apontado como um dos "principais atores" de facção na região de Caarapó. (Foto: Caarapó News)

Policiais civis de Caarapó –a 283 km de Campo Grande– anunciaram a prisão de um dos líderes de uma facção criminosa na região de fronteira com o Paraguai. Guilherme Azevedo dos Santos, o Gibi, 26, foi encontrado em uma residência na Avenida Antônio Menegatti Filho, onde também foram apreendidos 117 kg de maconha e um quilo de pasta-base de cocaína. Polícia Militar e Força Nacional ajudaram na operação.

A Polícia Civil considera que Gibi é um líder do PCC (Primeiro Comando da Capital) com influência nas regiões de Caarapó, Maracaju, Rio Brilhante, Fátima do Sul e Itaporã. O suspeito estava evadido do sistema prisional.

As autoridades levantaram que as drogas integravam um carregamento abandonado em um carro na BR-163, próximo ao posto da PRF (Polícia Rodoviária Federal), na madrugada de terça-feira. Em interrogatório, o suspeito confessou que levava os entorpecentes, mas o carro estragou. Ainda assim, conseguiu transportar parte da carga até o imóvel.

Gibi ainda teria revelado que parte das drogas seriam trocadas por uma pistola –a transação ocorreria na noite em que ele foi preso.

“A ação policial acabou por prender um dos principais atores do PCC na região, bem como tirou de circulação mais de 100 quilos de drogas que seriam vendidos na cidade de Caarapó, prevenindo diversas as mazelas que as drogas poderiam trazer à sociedade local”, destacou ao Caarapó News o delegado Anezio Rosa de Andrade.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions