ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Traficante "Catraca" é morto em troca de tiros durante operação em Sonora

Cidade amanheceu com várias viaturas e helicóptero para cumprimento de mandados de busca e apreensão

Ana Oshiro | 07/10/2022 08:43
"Catraca" morreu em hospital depois de trocar tiros com a Polícia Militar (Foto: Direto das Ruas)
"Catraca" morreu em hospital depois de trocar tiros com a Polícia Militar (Foto: Direto das Ruas)

Na manhã desta sexta-feira (7) Gilso Lucio de Araujo de Souza, de 34 anos, traficante conhecido pelo apelido de "Catraca", morreu após troca de tiros com policiais militares na cidade de Sonora, distante 362 quilômetros de Campo Grande. Ele é o líder de uma facção criminosa que comanda a cidade, de acordo com a PM, e usava tornozeleira eletrônica.

Vídeos gravados por moradores da cidade mostram o helicóptero voando baixo e várias viaturas em frente a uma residência. O local seria a casa de "Catraca", onde ele foi baleado durante o confronto com os policiais. outro vídeo mostra diversas viaturas e o helicóptero parados no canteiro da avenida principal de Sonora. Veja abaixo.

De acordo com a polícia, "Catraca" era alvo de um mandado de busca e apreensão de uma operação realizada em conjunto com a Polícia Civil da cidade. Ao cumprir o mandado, os policiais foram recebidos com tiros e revidaram. O traficante foi atingido e socorrido para o hospital da cidade, mas não resistiu e faleceu.

A arma usada por "Catraca" foi apreendida, na casa dele a polícia encontrou dinheiro vivo, cocaína, celulares e materiais utilizados para o uso de entorpecentes. Segundo a PM, nenhum policial ficou ferido. A operação segue em andamento e mais detalhes serão divulgados em breve pelo delegado Allan Patrick Rodrigues da Cruz.

Nos siga no Google Notícias