A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 18 de Agosto de 2019

18/09/2018 10:45

Traficantes enfrentam 2.100 km para levar maconha de MS para Rondônia

Condutor de caminhonete com a droga e dois batedores foram presos pelo DOF na MS-164, na região do “Copo Sujo”

Helio de Freitas, de Dourados
Presos com carga de maconha são conduzidos por policiais do DOF (Foto: Adilson Domingos)Presos com carga de maconha são conduzidos por policiais do DOF (Foto: Adilson Domingos)

Três traficantes foram presos na madrugada de hoje (18) quando tentavam chegar a Rondônia com 1.160 quilos de maconha. A droga saiu do Paraguai e estava sendo levada para Ji-Paraná, a pelo menos 2.100 quilômetros do município de Ponta Porã, onde o carregamento foi interceptado pelo DOF (Departamento de Operações de Fronteira).

A apreensão ocorreu na MS-164, na região conhecida como “Copo Sujo”, entre os municípios de Ponta Porã, Dourados e Maracaju – uma das principais rotas da droga e do contrabando que passam por MS.

A maconha estava em uma caminhonete S10 conduzida por Alex Nascimento Batista, 36, morador em Rondônia. Ele disse que receberia R$ 5 mil para levar a droga até Ji-Paraná, cidade de 130 mil habitantes localizada a 373 km da capital Porto Velho.

Também foram presos os dois batedores da carga, Nildo Bonfim, 39, que dirigia um Fiat Stilo preto, e Airton Pereira da Silva, 38, condutor de um Honda Civic também preto. Eles também afirmaram que receberia R$ 5 mil para bater estradas para o carregamento.

A carga de maconha, os carros e os três presos foram levados para a sede da Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira), que funciona junto com o DOF, em Dourados. O vídeo abaixo mostra os três presos, os carros e a maconha.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions