ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  19    CAMPO GRANDE 25º

Cidades

Interventor militar no RJ já atuou no Comando Militar do Oeste

A passagem por Mato Grosso do Sul foi em 2009, quando era general de brigada

Por Aline dos Santos | 17/02/2018 10:02
General Braga Netto vai comandar  segurança no Rio de Janeiro  até 31 de dezembro.(Foto: Reprodução/NBR)
General Braga Netto vai comandar segurança no Rio de Janeiro até 31 de dezembro.(Foto: Reprodução/NBR)

Anunciado na sexta-feira (dia 16) como interventor federal na área de segurança no Rio de Janeiro, o general Walter Souza Braga Netto foi chefe do Estado-Maior do CMO (Comando Militar do Oeste), com sede em Campo Grande.

A passagem por Mato Grosso do Sul foi em 2009, quando era general de brigada. Em 8 de dezembro daquele ano, ele assumiu o cargo de chefe do Estado-Maior.

Com a intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro, as Forças Armadas assumem o comando das polícias Civil e Militar, além do Corpo de Bombeiros e a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária.

O general Braga Netto vai comandar a segurança até 31 de dezembro deste ano. A intervenção militar, decretada pelo presidente Michel Temer (MDB), é a primeira desde a Constituição de 1988. Apesar de já estar em vigor, a medida terá que passar pelo Congresso Nacional.

Comandante do Comando Militar do Leste, Braga Netto tem 60 anos e é natural de Belo Horizonte (MG). Ao longo de sua carreira comandou o 1º Regimento de Carros de Combate e foi chefe do Estado-Maior da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada e do Comando Militar do Oeste.

Durante os Jogos Rio 2016, atuou como coordenador-Geral da Assessoria Especial para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos.