A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

28/08/2016 13:38

Investigação de militares presos com droga terá prioridade, garante Exército

Fernanda Yafusso
Caminhão foi apreendido na madrugada deste domingo (28), em São Paulo, com pneus furados por tiros.  (Foto Divulgação)Caminhão foi apreendido na madrugada deste domingo (28), em São Paulo, com pneus furados por tiros. (Foto Divulgação)

O CMO (Comando Militar do Oeste) garantiu em nota oficial que o Exército Brasileiro dará a máxima prioridade ao caso dos militares presos com 3 toneladas de maconha, transportadas em um caminhão das Forças Armadas.

Segundo a instituição, além de apurar os fatos, haverá a rigorosa aplicação da lei contra todos os envolvidos.

Um caminhão do 20º Regimento de Cavalaria Blindado de Campo Grande foi apreendido durante fiscalização no Km 96 da Rodovia Anhanguera, em Campinas (SP). 

Ao serem abordados, os cabos Higor Abdala Costa Attene e Maykon Coutinho Coelho chegaram a trocar tiros com policiais do Denarc (Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico) e do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de São Paulo. Os dois foram flagrados por volta de 1h40 deste domingo.

Um terceiro integrante, identificado como Simão Raul,conseguiu escapar em um veículo que dava apoio aos militares, mas foi preso horas depois, ferido, em um hospital de Limeira.

A informação é de que os 3 ganhariam R$ 30 mil para o transporte da droga que seria distribuída na região de Campinas (SP). Segundo o Gaeco, a polícia já investigava o esquema de uso dos veículos oficiais para tráfico.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions