A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

31/10/2015 08:51

Jovem com droga na cueca é morto a tiros; feriadão já tem três mortes

Thiago de Souza e Viviane Oliveira
Hércules de Melo tinha 20 anos e levou dois tiros na madrugada de hoje. (Foto: Fernando Antunes) Hércules de Melo tinha 20 anos e levou dois tiros na madrugada de hoje. (Foto: Fernando Antunes)
Delegado Cléverson dos Santos vai investigar motivação do crime. (Foto: Fernando Antunes)Delegado Cléverson dos Santos vai investigar motivação do crime. (Foto: Fernando Antunes)

O feriadão começou violento em Campo Grande. Até a manhã deste sábado (31) três homícios já haviam sido registrados na Capital. No Jardim Colibri, na saída para São Paulo, Hércules Antônio Martins de Melo, 20 anos, foi morto por volta das 4h de hoje, com pelo menos dois tiros, um no rosto e outro de raspão nas costas.

O crime aconteceu na Rua João Scarano, esquina com a Michel Calarge. Segundo a Polícia já existe informações sobre um suspeito que teria chegado a pé e disparado os tiros. 

Assim que o corpo foi encontrado, um homem passou pela rua e disse conhecer a família dele. A mãe do jovem foi avisada e chegou ao local bastante transtornada. Com a vítima foram encontrados isqueiro, cachimbo e porções de pasta base de cocaína dentro da cueca, no  boné e outra próxima ao corpo. O jovem estava de bermuda, camiseta, boné e chinelo. 

Testemunhas contararam ao delegado Cléverson Alves dos Santos, plantonista da Depac Piratininga, que o jovem vendia drogas na região. A partir de agora, segundo o delegado, será investigada qual a motivação do crime. 

Também na madrugada deste sábado (30), um homem que ainda não foi identificado, foi morto com quatro tiros na Rua Bras Pina esquina com a Frei Caneca, no Jardim Noroeste. A vítima chegou a ser socorrida por terceiros, mas morreu no posto de saúde do Bairro Tiradentes. 

Por volta das 15 horas de ontem (30), Wellington Gouveia Barbosa, 19 anos, foi morto com um tiro na barriga, em frente a casa onde morava, na Rua Santa Quitéria, no Jardim Centenário. O suspeito é um homem que passou de bicicleta e fez os disparos. Wellington chegou correr alguns metros, mas caiu, ficando no local até ser socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Os socorristas o levaram para o Centro Regional de Saúde do Coophavila II, tentaram reanimá-lo, mas ele não resistiu.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions