A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

28/10/2009 08:50

Jovem de MS é preso por matar mulher a mando da filha

Redação

Diego Santos Inácio, de 18 anos, foi preso ontem, apontado como responsável pela morte de uma mulher durante emboscada na zona rural de Rondônia. O crime teria sido encomendado pela filha das vítimas, segundo informações apuradas pelo site Dourados Agora.

Diego mora em Dourados e na segunda-feira sua família havia registrado boletim de ocorrência de desaparecimento, informando a Polícia de que no dia 12 de outubro ele saiu de casa e não foi mais visto.

A emboscada ocorreu ontem de manhã na zona rural da cidade de Presidente Médici, em Rondônia. O casal, que mora em um sítio, estava na porteira quando foi surpreendido pelos tiros.

Maria das Graças Cardoso, de 55 anos morreu na hora ao ser atingida por um tiro no peito. O esposo dela, Lourival Cardoso se fingiu de morto e conseguiu escapar com vida. Diego disparou cinco tiros contra ele, que foi atingido na mão.

Ele tentou socorrer a esposa e leva-la ao hospital, mas ela já estava morta. Diego Santos Inácio, 18 anos, apontado como autor dos disparos, correu para o meio da mata e só saiu de tarde, quando chovia forte. Os policiais estavam de campana e o prenderam. Com ele foi encontrado o revólver calibre 38 usado no crime, segundo a Polícia Civil de Rondônia.

Lourival disse à Polícia Civil de Rondônia que desconfiava do genro, Claudemir Guimarães Cordeiro, de 29 anos, e da filha, Elizângela Patrícia Cardoso, de 24 anos. Ambos foram presos.

Diego disse que foi contratado por Odenir José Ribeiro Neto, de 29 anos, para assassinar o casal. A princípio, Claudemir contratou Odenir, que repassou a ordem a Diego. Odenir foi preso na noite de ontem, em casa, na periferia de Dourados e deve ser indiciado como co-autor. Ele deve ser levado para Presidente Médice, onde ficará preso.

A filha do casal teria dito que já havia adiantado, para Odenir, a metade do pagamento, R$ 3 mil e um notebook. O restante, mais R$ 3 mil, seriam pagos a Diego .

Ainda de acordo com a Polícia Civil de Rondônia, Diego confessou que teve participação em um duplo homicídio em Itaporã, onde já foi indiciado por formação de quadrilha, porte ilegal de arma e vários delitos, quando era menor de idade.

Conselho de Psicologia aprova resolução com regra para atendimento a transexuais
Em meio à polêmica que cerca a iniciativa de psicólogos para derrubar, na Justiça, uma resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP) que proíbe o...
Temer veta projeto sobre negociação coletiva no serviço público
O presidente Michel Temer vetou integralmente o Projeto de Lei nº 3.831/15, aprovado pelo Congresso Nacional, que estabelecia normas para a negociaçã...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions