A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

30/06/2009 16:01

Justiça manda demolir ranchos às margens no Rio Ivinhema

Redação

O MPE (Ministério Público Estadual) ingressou com 44 ações civis públicas contra 44 proprietários de construções irregulares em áreas de preservação permanente às margens do Rio Ivinhema, em Nova Andradina, a 292 quilômetros de Campo Grande. O autor dos processos é o promotor de Justiça Ambiental, Plínio Alessi Júnior.

De acordo com a assessoria do MPE, todas foram julgadas parcialmente procedentes pela Justiça. Nas sentenças, o Poder Judiciário reconhece que as obras violaram as leis ambientais de preservação. Algumas estão a menos de mil metros do rio.

Os ranchos e construções serão demolidos por determinação judicial no prazo de 180 dias. A Justiça ainda determinou, sob pena de multa, que não se promova qualquer atividade ou intervenção na área de preservação ambiental. Os proprietários deverão recuperar a área degradada no período de um ano.

Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
Curso de instrutor de trânsito do Detran oferece 50 vagas na Capital
O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) está com inscrições abertas para o curso de Formação de Instrutor de Trânsito e...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions