A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

21/05/2009 12:46

Laudo aponta que jovem não comeu coração de vítima

Redação

Diferente do que havia sido informado pela PM (Polícia Militar), o laudo necroscópico feito pela Polícia Civil durante as investigações sobre o assassinato de Jucimar Aparecido Ferreira, de 38 anos, apontam que o coração da vítima não foi sequer retirado. O crime ocorreu no domingo (10) em Corguinho, a 100 quilômetros de Campo Grande e provocou várias versões entre a população, inclusive a divulgada pela PM de que o autor teria comido o coração do homem.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Paulo Roberto Diniz, o exame necroscópico indicou que Jucimar morreu em decorrência do traumatismo craniano provocado por pedradas.

Ele garante, ainda, que nenhum órgão da vítima foi arrancado pelo assassino. As lesões que havia no pescoço e no braço do homem foram feitas depois que ele morreu.

Segundo o autor, Marcelo da Costa Silva, de 19 anos, as lesões foram feitas com a intenção de enganar a Polícia, para que pensassem que se tratava de um crime cometido com requintes de feitiçaria.

Preso pela PM ontem às 16h30 em Campo Grande, o jovem confessou a autoria e explicou que a vítima havia falado mal de sua mãe. Por conta disso, os dois teriam discutido e Marcelo agredido Jucimar com várias pedradas na cabeça.

O jovem deixou o local, mas voltou em seguida porque não sabia se o homem estava morto. Foi quando ele pegou uma faca e, além de perfurar o pescoço da vítima, fez um desenho em forma de cruz no peito e cortou um pedaço da pele do braço do homem.

Ontem, quando foi preso, Marcelo disse à PM que cometeu o crime porque estava com 'ódio' da vítima. Ele deverá responder por homicídio.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions