A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

30/11/2011 21:56

Pesquisa mostra que livros didático-religiosos trazem conteúdo homofóbico

Paulo Fernandes

Levantamento da antropóloga Débora Diniz sobre o ensino religioso revelou que alguns dos livros didáticos mais aceitos pelas escolas do governo federal contém expressões homofóbicas, ou seja, que incentivam a discriminação contra os gays.

Em “Todos os jeitos de crer”, de Dora Incontri e Alessandro Bigheto, são usados termos como “desvio moral”, “doença física ou psicológica”, “conflitos profundos” e ao tratar do tema homossexualidade.

O livro para o ensino religioso, que é distribuído nas escolas públicas, também afirma que “anatomicamente, o homossexualismo (sic) não é natural, e que se isso se tornasse uma regra, a continuidade da raça humana estaria ameaçada”.

Conforme o site Última Instância, o ensino religioso nas escolas públicas é previsto no Brasil desde a Constituição Federal. O artigo 33 da LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação) permite que o conteúdo do ensino religioso seja definido pelos sistemas de ensino sem que haja formas de regulação ou acompanhamento do Ministério da Educação. É a única disciplina em que o Estado abre mão do seu poder fiscalizador ou de definição de conteúdo.

Atualmente, a educação religiosa se divide em confessional, interconfessional e história das religiões. Em Mato Grosso do Sul e na maioria dos estados, ainda conforme o site Última Instância, é aplicado o ensino interconfessional, fruto de um acordo entre diferentes vertentes religiosas, para a definição do conteúdo a ser oferecido nas escolas.

Já o ensino confessional é oferecido no Acre, Bahia, Ceará e Rio de Janeiro por professores ou orientadores religiosos credenciados por igrejas ou entidades religiosas.

E em São Paulo é aplicada a disciplina história das religiões, que trata a religião como um fenômeno sociológico das culturas, sendo ministrado por professores de filosofia, sociologia ou história.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...


Olá Roseli, ao ler esta matéria lembrei da nossa pesquisa sobre o estado laico.
Um grande abraço,
Jacira
 
Jacira Pereira em 30/11/2011 10:28:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions