A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/01/2014 14:22

Mãe de jovem morta na Espanha não tem R$ 45 mil para buscar corpo

Filipe Prado
Patrícia morava há oito anos em Madrid, onde trabalhava como babá (Foto: Divulgação Internet)Patrícia morava há oito anos em Madrid, onde trabalhava como babá (Foto: Divulgação Internet)

Com salário mínimo mensal, mãe de jovem que morreu na Espanha não tem dinheiro para pagar os R$ 45 mil do translado para trazer o corpo da filha. Patrícia Souza Leal, 28 anos, foi encontrada morta, debaixo do chuveiro, na casa onde morava na em Madrid.

De acordo com a mãe de Patrícia, a cozinheira Eva de Souza, 43, hoje (17) ela informaram-na sobre o valor do translado. “O consulado me passou esse valor hoje”, contradisse a mãe, sobre o valor divulgado nesta manhã.

Ela comentou que os amigos da filha suspeitam que o namorado dela, um dominicado, teria cometido o crime. Eva relatou que a cerca de um mês, por conta de uma traição dele, a filha teria pedido para acabar com o namoro, mas ele se negou.

Eva explicou que ainda não tem o dinheiro para trazer a filha, por isso pede doações e ajuda do consulado. “É uma mãe que pede, pois estou sofrendo muito. Estamos lutando, batalhando para que tudo seja resolvido. Só queria que ela fosse trazida para cá, porquê a toda a família dela está aqui”, comentou a mãe em prantos.

História – Patrícia morava em Madrid há cerca de oito anos, pois ela teria o sonho de construir uma loja de roupas em Dourados, há 233 quilômetros de Campo Grande. Ela começou trabalhando em uma loja de sapatos, em Madrid, mas o salário era baixo, então começou a trabalhar de babá. Atualmente ela cuidava de duas crianças.

Segundo a mãe, Patrícia já tinha parte do dinheiro para montar a loja e tinha planos para voltar ao Brasil em 2015.
A cozinheira afirmou que a filha era uma mulher “muito trabalhadora e se dava bem com todos”, ainda relatou que os amigos dela estão todos revoltados com a situação, pois muitas pessoas gostavam dela.

Caso – A babá foi encontrada na noite de quarta-feira (15), morta a facadas. O chefe de Patrícia estranhou a falta dela no trabalho, então ligou para um amigo dela, que foi até a sua casa e a embaixo do chuveiro, mas já estava morta.

Os amigos dela suspeitam do namorado, que tinha um relacionamento com ela há dois meses.

Família diz que jovem morta na Espanha ia voltar a MS após oito anos
Em entrevista a imprensa de Dourados, a 233 quilômetros da Capital, a cozinheira Eva de Souza, 43 anos, disse que a filha Patrícia Souza Leal, 28, en...
Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...
STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...


Por favor equipe do CGnews, forneçam-nos os dados bancários da Eva de Souza para podermos ajudar! Não basta a dor de perder a filha, ainda há a dor de não poder enterrá-la.
 
Marcela Almeida em 18/01/2014 10:44:37
descansa em paz Patrícia que deus te perdoa a ti foi pouco nossa amizade na Espanha ,,,,...e a respeito de dinheiro e uma pouca vergonha mesmo do no brasil de nao poder ajudar o governo agora se fosse um espanhol morto aqui no brasil o governo de la pagava para a familia porque la sim tem muito ajuda de toodos
 
diego bruno duarte em 18/01/2014 00:06:08
O que me deixa muito triste são os comentários desnecessário que certas pessoas postam, em uma reportagem como essa, de muita seriedade. Pessoas frias geladas, sem amor, sem misericórdia pelo ser humano, chegam a criticar, dando seu parecer negativo, como se a pessoa escolhesse estar nessa situação. Hipócrita você não imagina o que a família está sofrendo. A dor dessa mãe é imensurável, muito dolorido. Peça sempre a Deus nunca estar no lugar dela. Se não pode ajudar fica na sua que é melhor pra você e pra todos. Não julgue, não critique, pois você não sabe o dia de amanhã, O mundo dá muitas voltas, e nessa volta não sabemos quem será o próximo. Portanto não julgue, a língua pode ser a própria maldição das pessoas, entretanto antes de julgar faça um exame de consciência. Que Deus te mude.
 
rose Pereira em 17/01/2014 21:02:27
gente, nao importa o valor, 10, 15 45, 90 mil. sempre é caro. sao muitas despesas para enviar um corpo. vou dar minha opniao: com certeza, esses 8 anos a menina ganhou algum (e guardou) dinheiro. O consulado nao vai fazer nada pra ajudar. O mais barato é CREMAR la mesmo e trazer as cinzas. ou enterrar la. Infelizmente nao tem outro jeito. é a burocracia, do mundo capitalista. desembolsar um valor absurdo deste, pra um enterro, analisem tudo. nestas horas(qdo nao tem dinheiro) temos que ser mais racionais. um enterro aqui no brasil custa mais de 10 mil (caixao + coroas + saguao + trasporte do caixao + cova simples) isso dependendo do cemiterio...
 
LUCIANO MARQUES em 17/01/2014 20:42:42
Tanto político usando aviões, carros e dinheiro públicos para se divertirem e não podem ceder um para trazer o corpo da moça? A maioria dos deputados ganham mensal passagens, alugueis de carros e hotel mas ficam todos em seus estados! Pergunta se algum devolve o dinheiro do povo? Pergunte porque de pagar tais benefícios se eles ganham bem e trabalham pouco? O "brasil" é um péssimo país, tenho vergonha de ser brasileiro!
 
Alexandre de Souza em 17/01/2014 20:00:33
O trabalho que ela exercia é muito bem remunerado na Espanha, e sendo em euro, a cotação é maior que o dólar, e como a mãe disse que ela já tinha parte do dinheiro para abrir uma loja de roupas, de repente, nem precisa de "doações". Cada uma viu...
 
Marcia Maria em 17/01/2014 19:58:42
Qual a diferença de enterrar la na Espanha ou no Brasil ? é pra dar dinheiro ainda para os cemiterios privados ? porque si não pagar uma fortuna todos os meses o corpo vai parar nas covas dos indigentes de qualquer maneira.
 
Gilberto DIAS em 17/01/2014 19:37:28
Qual é mesmo o valor correto?................
No jornal Correio do Estado o valor é R$ 20.000,000......
Aqui, no Campo Grande News R$ 45.000,00......
Esta história está mal contada. É necessário que os veículos de comunicação colham mais informações antes de publicar as matérias.......
Depois não chorem, quando são acionados na justiça por ofensas a terceiros....
 
CARLOS FERNADO em 17/01/2014 16:05:00
Já tive uma amiga que aconteceu quase a mesma tragedia, a familia carente, foi alguem da familia lá CREMARAM o cadaver dela e trouxeram as cinzas teve velorio "normal" e as cinzas jogaram em uma jardim, ficou bem mais em conta, e deram o destino para os restos mortais da minha amiga
 
Valdecí Batista Santos em 17/01/2014 15:54:26
Acho engraçado o nosso governo, diz que não pode arcar com as despesas de translados de corpos de brasileiros mortos no exterior, mas pode perdoar dívidas dos países aqui da América do Sul. Muita hipocrisia e descaso com os seus....
 
Ingrid Ferreira em 17/01/2014 15:44:31
Ela morava na Espanha. Se a mãe faz questão de enterrar aqui, que pague por conta própria. Concordo até de pagar a passagem para ir até lá, agora 45 mil pra trazer? Absurdo...
 
Filipe Alberto em 17/01/2014 15:10:07
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions