A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/04/2008 16:20

Magistrado condena Abadía a 30 anos e critica extradição

Redação

Preso em Campo Grande, no presídio de Segurança Máxima, o traficante Juan Carlos Ramirez-Abadía foi condenado a 30 anos de prisão pela justiça federal brasileiro. Ele foi considerado culpado por quatro crimes: formação de quadrilha, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e uso de documentos falsos. A condenação saiu hoje.

Além do traficante, a mulher dele, Jéssica, e mais oito pessoas foram condenadas à prisão. Na sentença, o juiz federal Fausto de Sanctis se manifestou contrário à extradição do traficante para os Estados Unidos, autorizada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) e que depende agora de anuência do presidente Lula. O juiz afirma que Abadia deve pagar pelos crimes aqui no Brasil.

O STF autorizou a extradição de Abadia para os Estados Unidos no dia 13 de março. Nos EUA, ele responde a processo por lavagem de dinheiro, tráfico internacional de cocaína e homicídio.

Abadía foi preso em agosto do ano passado, em São Paulo, e logo em seguida transferido para Campo Grande.

(Com informações do site G1)

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions