A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

12/04/2008 09:42

Mais de 40 entidades protestam contra a violência em MS

Redação

Centenas de pessoas, representando 40 entidades, se uniram hoje para protestar contra a violência. O movimento começou na Praça do Rádio Clube e seguiu em passeata até o calçadão da Barão.

Poucos metros depois do início da caminhada, a intransigência de motoristas provocou reações exaltadas em plena manifestação que deveria ser pela paz. A paciência deu vez a pequenas doses de intolerância entre participantes e condutores, que de dentro dos carros fizeram protestos particulares contra o protesto e pela falta de apoio policial e ausência de amarelinhos para ordenar o trânsito durante o protesto.

Logo a violência no trânsito foi lembrada pelos manifestantes em um dia que a imprensa informa a morte de uma senhora, de 48 anos, Dalva Aparecida de Carvalho Moura, que na noite de sexta-feira foi atropelada em plena 13 de Junho, por um jovem de 24 anos. Só nas últimas 12 horas, foram 23 acidentes nas ruas da capital.

A violência em todas as suas formas é o motivo do protesto deste sábado, assim como tantos outros já realizados pelas ruas de Mato Grosso do Sul, com cobrança não só ao poder público, mas a toda sociedade, dizem os organizadores. A diferença é o surgimento de novas vítimas, como a travesti Débora Mansini, assassinada no dia 13 de março com dois tiros, às 19h47.

Com camisetas que estampam o rosto de Débora, amigos detalham o dia do crime. Ela estacionou o carro, seguiu para o ponto onde trabalhava como profissional do sexo e acabou executada. Até agora nenhum suspeito foi apontado pelo Polícia.

A também travesti Donatella Splash protesta neste sábado pela amiga e também como vítima de violência. Em 2002 foi espancada no trabalho por homens.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions