A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

13/01/2010 17:31

Mansão no Itamarati será centro de recuperação de drogas

Redação

O Incra (Instituto de Colonização e Reforma Agrária) aprovou a doação da mansão do produtor rural Olacyr de Morais, abandonada desde a transformação da área em assentamento rural, para a Mitra Diocesana de Dourados. O casarão e suas dependências serão transformados em um centro de recuperação de dependentes químicos pela Igreja Católica no Assentamento Itamarati, em Ponta Porã, a 348 quilômetros da Capital.

Conforme a Resolução 16, do comitê regional do Incra, publicado na edição de hoje do Diário Oficial da União, a Diocese de Dourados irá assumir todos os imóveis usados pelo empresário na época de ouro da produção, quando a Fazenda Itamarati era considerada a maior área de cultivo da soja no mundo.

A igreja assumirá uma área de 13,68 hectares, onde estão localizados a mansão de tijolo a vista, com 222,13 metros quadrados, 17 cômodos e quatro banheiros. O quiosque e a piscina com 268,9 metros quadrados.

O centro de recuperação ainda irá abranger o salão de refeição, com 545,7 metros quadrados, um prédio com 391,4 metros quadrados e uma lavanderia com nove cômodos e dois banheiros.

O Incra aprovou a doação da guarita, área para estacionamento, 3.119 metros quadrados de via de acesso pavimentada e um canil com 161 metros quadrados.

Mesmo estando sob administração do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra), os imóveis de luxo estavam abandonados, incluindo-se a piscina.

Outros imóveis

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions