A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

28/09/2011 17:42

Mapa descarta antecipar vacinação contra aftosa, mas libera estados

Fabiano Arruda

O Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) deve publicar portaria nesta quinta-feira em que declara não ser necessária a antecipação do período de vacinação contra a aftosa, previsto para novembro, após confirmação de foco no Paraguai.

No entanto, a medida deve liberar os estados a vacinarem seus rebanhos pontualmente. As informações são da titular da Seprotur (Secretaria de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo), Tereza Cristina.

“Caso houver necessidade de entrarmos em territórios como assentamentos e terras indígenas, por exemplo, poderemos agir”, exemplificou a secretária.

Ela afirmou ainda que não sabe se haverá necessidade da vacinação pontual em rebanhos no Estado, mas disse que irá se reunir com técnicos do Estado nesta quinta para discutir o assunto.

Tereza Cristina voltou a demonstrar confiança no reforço de vigilância contra a aftosa por Iagro, DOF, Exército e Polícia Militar, apesar da complexidade em monitorar cerca de 700 quilômetros de fronteira seca.

“Ninguém é doido de trazer gado para cá, pois se trouxerem, vamos achar”, cravou, assegurando que, por enquanto, não houve a necessidade de abater animais no Estado vindos do Paraguai e que a situação na região é tranquila.

“É impossível monitorar 100% da área, mas estamos vigilantes para agir”, complementou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions