ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 23º

Cidades

Mediante acordo, movimentos deixam o Incra e param manifestações por 10 dias

Por Julia Kaifanny | 14/09/2016 11:31
Os manifestantes deixaram o prédio ontem após reunião entre Incra e lideranças. (Foto: Julia Kaifanny)
Os manifestantes deixaram o prédio ontem após reunião entre Incra e lideranças. (Foto: Julia Kaifanny)

No final da tarde de ontem (14), os cerca de 800 manifestantes de movimentos sem-terra que invadiram o Shopping Marrakech, onde fica a sede do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), desocuparam o local mediante acordo.

Após uma reunião entre Incra e lideranças dos movimentos, foi acordada a desocupação e estabelecido um prazo de 10 dias para que seja possível um novo encontro.

De acordo com o ouvidor agrário do Incra, Argemiro Hernandes Alves, os manifestantes pediam a presença representantes do TCU Tribunal de Contas da União) e no Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), que só pode acontecer com agendamento. 

Na nova reunião, que ainda não tem uma data, mas deve acontecer antes do final do prazo será discutida a retomada de novos cadastros para a reforma agrária, que está paralisada no Mato Grosso do Sul desde julho, quando o TCU (Tribunal de Contas da União) verificou 38 mil irregularidades nos assentamentos já concluídos.

Caso não haja acordo no segundo encontro, os movimentos devem continuar realizando as manifestações.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário