A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

05/04/2010 20:34

Médico diz que não existe interesse do HR na psiquiatria

Redação

O médico José Alaíde dos Santos Lopes, de 49 anos, chefe do setor de psiquiatria do HR (Hospital Regional), ainda não foi comunicado pelo diretor do local sobre a extinção do setor e por isso desconhece qualquer informação a respeito. Ele confirma que após o incêndio provocado na manhã de sábado por um paciente da Psiquiatria no lugar, todos os outros que estavam internados receberam alta.

José classifica o incêndio como "esquisito" e destaca que se houvesse realmente um empenho por parte da diretoria do hospital, o setor não iria parar. "Não existe interesse do hospital em arrumar o setor de psiquiatria porque é uma ala que não dá dinheiro".

Contudo, José explicou que há um interesse escancarado da diretoria em fechar o setor. "Fora o fato de ser uma ala que não dá lucros, até porque o tratamento é barato, existem questões políticas".

Conforme o médico, como o tratamento psiquiátrico é simples e o custo da medicação gira em torno de R$ 10, o hospital não lucra. "

Carro roubado no Rio de Janeiro é recuperado em estrada rumo ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...
Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions