A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

13/04/2010 08:30

Médico é punido por atos libidinosos contra pacientes

Redação

O médico obstetra e ginecologista Wilson Roberto Cardoso Farias foi punido com censura pública pelo CRM (Conselho Regional de Medicina) por assédio sexual a pacientes em Campo Grande. A investigação do conselho teve início há dois anos, quando chegaram as denúncias.

De acordo com o advogado André Borges, assessor jurídico do CRM, duas pacientes e funcionários de um posto de saúde da prefeitura prestaram depoimento contra o médico. Segundo Borges, a localização do posto de saúde é informação sigilosa.

Ao todo, o profissional infringiu seis artigos do Código de

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions