A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

14/04/2010 16:11

Ministério alerta grávidas de MS sobre vacina antigripe

Redação

Trinta e quatro dias depois de iniciada a vacinação contra a gripe suína, em Mato Grosso do Sul, só 36% do público alvo já tomaram as doses, num total de 287,4 mil pessoas imunizadas.

O Ministério divulgou hoje um alerta voltado principalmente às grávidas, que são um dos grupos de risco para a doença e que, mesmo assim, não estão procurando a vacina em sua totalidade. Conforme os dados do Ministério, em Mato Grosso do Sul apenas 43,2% já tomaram as doses. O prazo para vacinação nesse grupo vai até o dia 23 de abril, junto com os doentes crônicos, crianças entre 6 meses e 2 anos e jovens de 20 a 29 anos.

Conforme o Ministério, a preocupação se deve ao fato de as gestantes estarem entre os grupos mais vulneráveis à doença. Elas representam uma em cada três mortes da nova gripe registradas neste ano.

"O comparecimento das gestantes ao posto de vacinação é fundamental para a proteção dessa população. A doença tem demonstrado grande agressividade sobre as grávidas. A melhor forma de prevenção é tomar a vacina", afirmou o ministro da Saúde, José Gomes Temporão. Ele afirma que a vacina é segura e para comprovar isso disse que 300 milhões de pessoas receberam a imunização em todo o mundo sem relatos de efeitos adversos graves. Só no Brasil, mais de 22 milhões de doses foram aplicadas sem registro confirmado de reações fortes à vacina.

Além das gestantes, o segundo grupo que precisa de reforço é o de doentes crônicos. Do total estimado para o Mato Grosso do Sul, 37,6% procuraram os postos de vacinação. Entre as crianças de 6 meses a menores de 2 anos, a cobertura é de 68,2%. Entre os jovens de 20 a 29 anos, só 20% do público-alvo procuraram os postos, mas a vacinação para essa faixa etária começou há uma semana apenas..

O grupo que mais se vacinou no Mato Grosso do Sul foi o de trabalhadores de serviços de saúde, com cobertura de 86,3%. O Estado também ficou muito perto de atingir a meta de vacinação entre os índios, com 79% de imunização dessa população.

O Estado praticamente atingiu a meta de vacinar pelo menos 80% dos indígenas. Entre as crianças de 6 meses a menores de 2 anos, a cobertura é de 68,2%. A etapa de jovens de 20 a 29 anos teve início há apenas uma semana e obteve, até o momento, o índice de 20,3% dessa população vacinada.

O alerta do Ministério leva em conta, também, a preocupação de que, deixando para última hora, as pessoas enfrentem tumulto e, acima disso, demorem ainda mais a ficar imunes a doença, que tem seu pico previsto a partir de maio. "A estratégia de vacinação tem o objetivo de dar proteção antes do período em que aumenta o número de casos de doenças respiratórias. Ou seja, para ter certeza de que não serão atingidas pela gripe H1N1, as grávidas devem procurar agora os postos de vacinação", disse o ministro.

Casos - Neste ano, já foram registrados 361 casos graves da gripe H1N1, até o dia 3 de abril. Desse total, um em cada cinco casos é de gestantes. A região Norte concentra o maior número de notificações, somando 203 casos. Já foram 50 mortes, 76% delas de mulheres.

No ano passado, os 2.051 óbitos registrados, 1.539 (75%) ocorreram em pessoas com doenças crônicas. Entre as grávidas (189 morreram, ao todo), a mortalidade foi 50% maior que na população geral. Adultos de 20 a 29 anos concentraram 20% dos óbitos (416, no total). E as crianças menores de dois anos tiveram a maior taxa de incidência da doença no ano passado (154 casos por 100 mil habitantes).

Carro roubado no Rio de Janeiro é recuperado em estrada rumo ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...
Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions