A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

06/05/2015 16:14

Ministério raciona vacina contra a gripe e postos sofrem a falta de doses

Michel Faustino
Pacientes aguardavam chegada da vacina em unidade de saúde. (Foto: Marcelo Calazans)Pacientes aguardavam chegada da vacina em unidade de saúde. (Foto: Marcelo Calazans)
O aposentado aproveitou a tarde para se imunizar. (Foto: Marcelo Calazans)O aposentado aproveitou a tarde para se imunizar. (Foto: Marcelo Calazans)

Problemas com o laboratório que produz a vacina contra a gripe tem provocado um racionamento na distribuição das doses aos Estados. Mato Grosso do Sul, por exemplo, recebeu até agora somente cerca de 15% do volume necessário para imunizar o publico-alvo e, por consequencia, as vacinas estão sendo repassadas aos municípios de maneira fracionada.

De acordo com a SES (Secretaria de Estado e Saúde) Mato Grosso do Sul, até agora, Mato Grosso do Sul recebeu somente 198 mil doses referentes a primeira remessa do Ministério da Saúde, o que representa menos de 20% do público-alvo, que é de 661 mil pessoas.

A situação tem refletido diretamente na distribuição aos municípios, conforme explica a gerente de imunização da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande), Cássia Tiemi Kanoaka.

Segundo Cássia, em algumas unidades de saúde da Capital as doses não foram suficientes para atender a demanda e se esgotaram já no segundo dia de campanha, que começou na segunda-feira (04). Campo Grande havia recebido até então somente 6 mil doses da vacina.

Conforme a gerente, nesta quarta-feira (06) uma nova remessa com 12 mil doses chegou ao municípios e as vacinas já estão sendo distribuídas em todas as unidades de saúde da Capital. Segundo ela, uma terceira remessa está sendo aguardada para sexta-feira (08), para suprir a demanda do “Dia D” da campanha, que será realizado no sábado (09).

Na manhã desta quarta-feira, o Campo Grande News constatou que em algumas unidades a vacina estava em falta. A UBS 26 de Agosto, por exemplo, recebeu ontem 300 doses e hoje pela manhã já não havia mais vacinas

Durante a tarde, pro voltas das 14h, a reportagem foi até a UBS do bairro Coronel Antonino e constatou que até então a vacina estava em falta. No entanto, cerca de 20 minutos, chegou 300 doses da vacina.

Alivio para o aposentado Antônio Uzelato, 75 anos, que estava se preparando para deixar a unidade.

“Eu fiquei aqui por uns 40 minutos. Me falaram que ia ter, mas não tinha. Ai já estava indo embora e pensei em ir para outro posto quando me falaram que tinha acabado de chegar a vacina. Ai vou aproveitar e tomar logo aqui que é perto de casa”, disse.

Imunização – Conforme a Sesau o objetivo é vacinar 80% do público-alvo, totalizando 185 mil pessoas.

Deverão ser vacinadas crianças de seis meses a menos de cinco anos de idade; pessoas com doenças crônicas; trabalhadores de saúde; população indígena e carcerária; gestantes; puérperas, idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde e funcionários dos estabelecimentos prisionais. É importante levar aos postos de saúde o cartão de vacinação e um documento de identificação.

No sábado (09), será realizado o Dia D, com ampla mobilização e postos de vacinação nas Unidades Básicas de Saúde, shoppings, supermercados, Centros Regionais de Saúde e Unidades de Pronto Atendimento.

Está prevista a vacinação de 18.710 trabalhadores da saúde; 10.271 gestantes; 1.188 puérperas; 80.080 idosos; 20.456 pessoas com doenças crônicas; 20.500 crianças entre seis meses e um ano e 33.846, na faixa etária de 2 a quatro anos de idade.

No ano passado, Campo Grande conseguiu superar a meta de vacinar 80% do público-alvo. Foram imunizadas 139.002 pessoas; sendo 68.315 idosos; 39.641 crianças; 21.481 trabalhadores em saúde; 6.770 gestantes; 1.241 puérperas e 1.544 indígenas.

Campanha de vacinação contra gripe está em andamento em todo o Estado
Em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, a campanha de vacinação contra o vírus influenza, causador da gripe, só começou nesta terça-feira ...
Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions