A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

24/02/2011 13:40

Moradores transformam em "chiqueirinho" buraco no Jardim Marabá

Ricardo Campos Jr.

Iniciativa serve para chamar atenção dos órgãos responsáveis

Asfalto no local tem aparência frágil e dá a impressão que pode ceder a qualquer momento. (Foto: João Garrigó)Asfalto no local tem aparência frágil e dá a impressão que pode ceder a qualquer momento. (Foto: João Garrigó)

O militar aposentado Antônio Moreira tomou uma medida inusitada para evitar acidentes em uma cratera aberta há 2 dias na rua Sérgio Porto, no Jardim Marabá. Utilizando pedaços de madeira doados por vizinhos construiu um cercado em volta do buraco. A obra chamou a atenção dos moradores que a apelidaram de “chiqueirinho”.

Ele conta que mora na região há pelo menos 22 anos no local e se considera um dos “fundadores” do bairro, por isso a preocupação e receio de que o buraco pudesse provocar acidentes no local.

A cratera fica no meio da rua. De tão profundo é quase impossível enxergar o fundo. A impressão é de que o asfalto ao redor do “chiqueirinho” pode ceder a qualquer momento.

Em volta do cercado, em um dos sentidos da rua Sérgio Porto, foram colocados sacos de lixo, caixas com terra e fitas de isolamento para dar mais visibilidade ao problema.

Motociclista invade contramão para desviar de chiqueirinho (Foto: João Garrigó)Motociclista invade contramão para desviar de "chiqueirinho" (Foto: João Garrigó)

Moreira explica que durante a noite a iluminação no local onde o buraco fica é precária tornando impossível para os motoristas avistá-lo. Anteontem o militar disse ter notado o afundamento da via. Logo em seguida, um carro passou pela depressão formada no asfalto e abriu a fenda. “Só não afundou porque estava muito rápido. E se a pessoa morre, como é que fica?”, disse Moreira.

O comerciante Mário Chaparral, 52 anos, dono de uma loja de conveniências perto do cercado de madeira diz que ligou pessoalmente para a Prefeitura. Uma equipe foi ao local e colocou cavaletes para sinalizar o buraco até que o problema fosse resolvido.

“Não adiantou nada. Vieram, deram uma olhada e fizeram aquilo”, conta o comerciante, “ali é uma escuridão danada. Parece uma coisa simples, mas não é”.

Moreira espera que o chiqueirinho chame a atenção dos órgãos públicos responsáveis e solucionem o problema o mais rápido possível. Por estar localizada no meio da rua, a construção torna-se tão perigosa quanto o buraco.

Problemas - O gráfico Lécio Aparecido, 39 anos, mora em frente ao chiqueirinho e notou outro buraco em frente na casa dele perto de um bueiro. “Tenho medo até de nos soterrarmos lá dentro”, diz o morador.

Ele cobra solução do problema o mais rápido possível. “Estou prejudicado em dois lugares”, reclama.

O Campo Grande News não conseguiu contato com a prefeitura de Campo Grande, por meio da assessoria de imprensa, a respeito das providências que podem ser tomadas com relação ao buraco no Jardim Marabá.



Infelizmente nao é so ai que esta este problema é em campo grande inteira, acho que deveria ter uma fiscalizao melhor, no bairro jd paulista "bairro nobre" ate onde nao tem buraco jogram asfalto, agora nos bairros da periferia nada,,,,
 
Rafael Ihorio em 24/02/2011 03:24:44
Quando alguém ficar gravemente ferido ou morrer por conta dessa cratera, a Prefeitura dá um jeitinho. Alguém sempre tem que pagar o preço para as autoridades tomarem providências. Fico indignidada com as prioridades mesquinhas que nossos políticos dâo na nossa cidade.
 
Thais Viotto em 24/02/2011 02:50:35
A alguns anos um semelhante a este apareceu na frente da Escola J. M. H. Rodrigues na Mata do Jacinto.
Se não fosse os vizinhos colocarem paus e galhos para sinalizar, algum acidente grave haveria ocorrido. Geralmente estes buracos aparecem depois da implantação do esgoto da Aguas Guariroba.
 
Antônio Marcos Alencar em 24/02/2011 02:08:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions