A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

09/12/2014 20:15

Mortes no trânsito caem, mas Agetran alerta sobre período de festas e férias

Ricardo Campos Jr.
Período de festas de fim de ano e férias exigem maior fiscalização (Foto: Alcides Neto)Período de festas de fim de ano e férias exigem maior fiscalização (Foto: Alcides Neto)

Campo Grande teve 90 mortos em acidentes de trânsito até esta segunda-feira (9) segundo a Agetran (Agência Municipal de Transportes e Trânsito), número ainda abaixo dos 116 registrados em todo o ano de 2013. Mesmo com a redução, períodos de festas de fim de ano e férias exigem maior atenção dos órgãos que lidam com a fiscalização e conscientização de motoristas.

“Há mais pessoas circulando nas ruas, mais pessoas relaxadas porque estão de férias, fazendo compras. Pessoas que bebem mais e acabam conduzindo, pessoas que levam crianças de forma inadequada no carro sem colocar o cinto, sem colocar na cadeirinha. Pedestres que atravessam a rua de qualquer jeito e não têm paciência de andar até a faixa”, explica a chefe da divisão de educação para o transito da Agetran, Ivanise Rotta.

Dezembro de 2013 foi um dos meses menos violentos no trânsito da cidade, com oito vítimas, tendência que deve se repetir este ano, visto que até o momento foram três mortos em acidentes. Os meses com mais óbitos foram fevereiro e junho, com 11 casos cada. Ainda fazendo uma comparação com o ano passado, novembro de 2013 foi o recordista do período, com 14 óbitos.

“O principal fator de risco continua sendo a velocidade excessiva ou inadequada. É o que mais mata”, afirma Ivanise.
Entre as ações para resolver o problema que têm sido desenvolvidas estão a reordenação viária de algumas ruas de Campo Grande, que passaram de mão dupla para mão única, o uso de equipamentos, como radares portáteis estáticos nas vias mais críticas, além das campanhas.


No entanto, para o fim de ano está prevista uma ação que vai integrar Agetran, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Rodoviária Estadual, Batalhão de Polícia Militar de Trânsito (BPTran), entre outros. O chamado projeto Rodovida é desenvolvido em todo o país e no estado, uma reunião nesta quarta-feira definirá as estratégias para o estado.
A ação segue até o carnaval com o objetivo de reduzir os índices de acidentes tanto nas rodovias quanto em áreas urbanas do estado.

Reforço
Por meio de um convênio entre recém-criada Semsp (Secretaria Municipal de Segurança Pública) e a Agetran, 130 guardas civis municipais irão atuar na fiscalização de trânsito. A medida foi anunciada durante a posse dos novos chefes desses dois órgãos nessa segunda.

Alguns dos guardas já estão passando por estágio supervisionado junto com servidores da Agetran. O restante deve terminar o treinamento e começar a atuar até fevereiro.

Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions