A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

12/04/2010 15:39

Motim começou com internos "veteranos"; PM conta fugas

Redação

De acordo o capitão Dioscoro Martins Braga, que comanda as operações de busca no entorno da Unei (Unidade Educacional de Internação) Dom Bosco, entre 8 e 9 internos fugiram durante a rebelião desta tarde. O número ainda é impreciso porque, segundo a PM, precisa ser confirmado pelos agentes da unidade.

A ala que deu início à rebelião desta tarde, segundo o capitão, possuía 45 internos "veteranos" que, teoricamente, são mais tranquilos. Durante a rebelião os adolescentes reclamam da demora do judiciário em liberar quem já cumpriu medidas sócio-educativas e do atendimento médico e psicológico.

No total a Unei dom Bosco conta com 3 alas que abrigam 76 adolescentes que cumprem medidas sócio-educativas.

Quem liderou a negociação foi o sargento sargento Sidnei Antunes de Souza, comandante da guarnição de segurança da Unei Dom Bosco. Segundo o sargento, a experiência em ter participado da rebelião do dias das mães de 2006 no presídio de Segurança Máxima da Capital ajudou a conter os ânimos.

Segundo o Sargento Antunes, cerca de 30 dos 45 internos da ala começaram a subir no telhado e fazer o tumulto. Alguns portavam facas artesanais e pedras. Junto com o cabo que trabalha na guarnição, tiveram início as negociações quando os adolescentes tomaram a cozinha da unidade.

De acordo com a Polícia Militar estão envolvidos na busca dos adolescentes que fugiram da Unei 60 policiais e 4 viaturas, além do serviço reservado. As buscas acontecem no Jardim Noroeste e imediações.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions