A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

20/03/2009 22:00

MPE apura contaminação de solo por empresa ferroviária

Redação

O MPE (Ministério Público Estadual) apura se as empresas Ferrovia Novoeste e ALL (América Latina Logística) estão contaminando o solo no transporte, reaproveitamento e manuseio de combustíveis. O inquérito civil foi instaurado pela promotora de Justiça Andréia Cristina Peres da Silva, de Campo Grande.

A denúncia foi feita pelo Sindicato de Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de Bauru, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Os sindicalistas disseram à promotoria que a Ferrovia Novoeste "demonstrava profundo desinteresse com a situação ambiental, desrespeitando normas e procedimentos para evitar acidentes com cargas poluentes".

No início do mês, o MPE determinou que as empresas (ALL e Novoeste) deveriam pagar uma multa de R$ 50 mil ao dia, cada uma, por não cumprirem medidas de recuperação da área onde houve um vazamento de 1.500 litros de óleo, na região do Pantanal, em Corumbá (426 km de Campo Grande).

O acidente ocorreu em 2007. Uma locomotiva contendo óleo altamente poluente tombou. Conforme apurou o MPE, a locomotiva não possuía a licença ambiental necessária para operar em malha rodoviária. Água e solo ficaram poluídos e peixes morreram.

Temer veta projeto sobre negociação coletiva no serviço público
O presidente Michel Temer vetou integralmente o Projeto de Lei nº 3.831/15, aprovado pelo Congresso Nacional, que estabelecia normas para a negociaçã...
UFMS divulga edital do vestibular para ingresso em cursos de graduação
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou, nesta segunda-feira (18), edital do processo seletivo do vestibular para ingresso em cu...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions