A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

03/02/2011 15:55

MPE aguarda denuncia de vítimas de frei em MS

Danúbia Burema

Informações deverão subsidiar investigação na Capital

Frei preso por estupro de vulnerável em Cuiabá atuou dois anos em paróquia de CG. Frei preso por estupro de vulnerável em Cuiabá atuou dois anos em paróquia de CG.

A Promotoria da Infância e Juventude do Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul orienta eventuais vítimas do frei franciscano Erivan Messias da Silva, de 43 anos, preso em Várzea Grande (MT) ao sair de um motel com uma adolescente de 16 anos, a procurarem a promotoria para registrar sua denúncia.

Segundo o promotor Sérgio Harfouche, o MPE está atento a possíveis delitos que possam ter sido cometidos pelo frei na Capital, onde ele atuou nos anos de 2007 e 2008.

Harfouche destaca que por conta da posição do religioso, as vítimas podem se sentir intimidadas, mas que devem relatar à promotoria caso tenham sofrido algum abuso.

Informações encaminhadas pelas vítimas servirão de subsídio para abertura de procedimento para averiguar a conduta dele no tempo em que atuou em Campo Grande.

Caso não seja repassada nenhuma informação, a promotoria entrará em contato com a equipe que cuida do caso em Cuiabá, onde o frei está preso, para verificar se houve vítimas no tempo em que ele atuou na Capital.

Conforme o promotor, qualquer informação que for repassada será averiguada. Denúncias poderão ser feitas, inclusive, pela Arquidiocese.

Sobre a investigação em Cuiabá, o promotor diz que há informação de que a garota de 16 anos se diz apaixonada pelo frei e que mantinha um relacionamento amoroso com ele.

Ele foi preso em flagrante quando saia do motel com a adolescente e foi encaminhado ao Presídio Central do Estado. O frei responderá por estupro de vulnerável.

Conforme a delegada que cuida do caso, Juliana Palhares, a adolescente estava vulnerável, uma vez que o religioso exercia influência sobre a menor.

Ela explicou que o frei tinha relação de amizade com a família da adolescente há cerca de três anos, desde que chegou de Campo Grande para ser pároco em duas igrejas de Cuiabá.



Conheço frei erivan desde menina moça, nunca vi nada contra ele, pois sempre me respeitou, fui criada com os padres da igreja sao francisco e ele sempre presente, hj tenho 45 anos e nunca fiquei sabendo nada dele pois sempre atuou muito bem na igreja sao francisco de assis.
 
Dirlene braga da silva em 03/02/2011 09:08:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions