A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

12/03/2009 17:47

MPF aciona Vigilância Sanitária para inspecionar HU

Redação

O Ministério Público Federal, por meio do procurador Felipe Fritz Braga, solicitou esclarecimentos do Hospital Universitário sobre as providências que têm sido tomadas para solucionar a contaminação de cinco pacientes que estão internados no Centro de Tratamento Intensivo pela bactéria Acinetobacter. O pedido foi feito durante reunião realizada hoje com o diretor interino do hospital, Neimar Gardenal.

Além da reunião e do pedido de esclarecimentos, o MPF acionou a Vigilância Sanitária para realizar inspeção no CTI a fim de apurar as causas e possíveis medidas preventivas que possam ser tomadas para evitar a infecção hospitalar.

Somente nas últimas semanas, a infecção hospitalar decorrente da bactéria resistente foi constatada em cinco pacientes. Um deles foi o idoso que faleceu na última segunda (09), mas o hospital nega que o motivo seja a bactéria e alega quadro de insuficiência renal, agravado por doença imunológica.

O MPF solicitou ainda que o HU realize uma inspeção na UTI - neonatal, no berçário e na maternidade do hospital. O objetivo é verificar se as irregularidades que haviam sido constatadas em inspeção feita em outubro do ano passado já foram sanadas. Na ocasião, o Ministério Público já havia feito o pedido de providências à direção do estabelecimento.

Na última sexta (06), o hospital isolou o CTI. Não há prazo para a liberação dos leitos interditados, e o hospital informou que os pacientes do centro serão liberados somente depois que a bactéria for contida.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions